UESC - Concurso professor 2010

Abriu concurso docente lá onde conquistei o grau de bacharel. São 46 vagas ao todo na Universidade Estadual de Santa Cruz. Para o pessoal com formação em economia, as oportunidades são as seguintes:
  • 03 vagas para adjunto no Departamento De Ciências Econômicas. Exige Graduação em Economia com Doutorado em Economia ou área afim.
  • 03 vagas no Departamento De Ciências Exatas ou Tecnológicas, exigindo;Graduação em Engenharia ou Economia ou Administração de Empresas com Doutorado em Engenharia de Produção
Para o departamento de Economia, bem que a exigência poderia ser graduação qualquer com doutorado em economia, e não o contrário. Tenho a impressão de que os cursos de graduação em economia acabam se desvirtuando quando a quantidade de professores com sticto sensu em áreas afim é grande.Mas enfim...

E se o salário não for lá essas coisas, pelo menos Ilhéus tem história, praia e aeroporto. Itabuna tem sua importância como centro de influência regional e tem até Chopis Centis (como diziam os Mamonas...). A distância entre elas é 32km e a universidade fica no meio.

Inscrições até dia 18 de novembro de 2010. Mais informações, no site!

Rapidinhas #14 (cirurgia nos olhos)

Curativo no olho esquerdo
Alô você que acompanhou minha aventura oftalmológica repentina! Eis o feedback:

  • Fiz os exames pre-operatórios, a consulta e a cirurgia de deslocamento de retina tudo no mesmo dia - quarta, 13 de outubro, lá em Feira de Santana, no Hospital de Olhos COE.

  • No zóio esquerdo, uma sensação de areia nos olhos por causa dos pontos. Tá inchado, não consigo abri-lo e nem enxergo nada ainda. Digo, enxergo uns troços cinza leitoso. Mas é assim mesmo, tá tudo dentro do esperado. 

  • Depois escreverei um post listando os oftalmologistas que percorri - talvez seja útil para alguém que precise percorrer caminho semelhante

  • A boa notícia é que aceitaram meu pedido de trancamento  lá no mestrado. Pensei direitinho e acho que trancar macroeconomia e microeconomia, duas matérias do núcleo duro, foi uma decisão coerente. Mesmo assim, meu plano é continuar assistindo aulas, como ouvinte. 

  • As outras duas matérias em curso, vou dar conta de chegar ao fim do semestre. 

  • Ficarei de molho em casa por uns dias.Depois vou retomando as aulas aos poucos. 
  • Como andam os olhos meus

    Voltei agora à tarde do oftalmologista 06. Examinou, disse que tem que ser cirurgia mesmo. Que no meu caso, laser nao adianta. Mas ele vai viajar e só poderia operar dia 25, que é muito longe, segundo ele.

    Daí me mandou procurar outro retinólogo pra fazer a operaração de deslocamento de retina ainda essa semana, ou no inicio da próxima. Tenho mais dois telefones para encontrar o médico 07 via Unimed.

    Um deles atende quarta, mas "não tem vaga". Vou lá assim mesmo e ficarei esperando. Se for pra fazer particular, tem outra meia dúzia de médicos aqui em Salvador. Mas uma cirurgia dessas deve ser uns R$5 mil. Fiz dois bilhetinhos na loteria. Dependendo dos números sorteados, o custo fica baratinho!

    Depois do feriado de amanhã adiantarei uns exames pré-operatórios (de sangue e eletrocardiograma).

    Nao sei se essa cirurgia é complicada. Mas quanto mais demorar de fazer, maior a probabilidade de ficar com a visão muito prejudicada ou até mesmo cegueira.

    Ah, o 06 me falou pra ficar de repouso, sentado. Não é pra eu ficar andando: nem a pé, nem de ônibus, nem de carro. Como assim?!?

    Atualização:
    No final da tarde, início da noite, tivemos uma reviravolta: achei um 07, que me examinou à noite mesmo. E depois, um 08, que ainda irei ver. E, conseguindo fazer os exames pré-operatórios neste *feriado*, opero quarta ou quinta. O problema imediato é conseguir fazer estes exames e pegar os laudos em pleno feriado!!!

    Assim que puder, volto pra contar o que vai se assuceder. Torçam aí.

    Caixinha de surpresas - parte 02

    Às vezes é preciso jogar a toalha...

    No "capítulo" anterior eu deveria escolher entre fazer o Exame ANPEC ou realizar um procedimento oftalmológico. Pois bem: na véspera das provas voltei a conversar com os dois professores. Falei dos acontecimentos imprevistos, e expliquei que saber os resultados do semestre anterior me ajudaria a decidir o que fazer dali pra frente. Mas eles ainda não haviam corrigido...

    Escolha difícil tinha que feita. Não foi fácil, mas vez decidido, veio a sensação de alívio, mesmo consciente de ter que arcar com as possíveis prováveis consequencias.

    Dica 01: vídeo da endeavor, sobre tomada de decisão.
    Dica 02: conselho do Cristiano M Costa sobre "Jogar a toalha".

    Então, no dia seguinte, 29 de setembro, estava eu ali, falando para o médico 03 (zero três) que eu havia deixado de fazer uma prova que só acontece uma vez por ano. Respondeu que fiz certo.

    O tal procedimento para conter o rasgo nos olhos foi repetido quatro vezes em oito dias. Nesta quarta à noite (06/10), o 03 me despachou. Mandou procurar meu médico, pois ele não estava conseguindo fechar a área e o buraco estava aumentando e que tudo indica que necessitará de uma intervenção cirúrgica.

    Cheguei em casa desnorteado. E agora?!?
    Na verdade não tem um médico acompanhando meu caso, e já foi complicado achar este. Além disso, está uma lambança encontrar quem atenda pela UNIMED.

    Fui dormir sem saber o que fazer. Nessas horas, o melhor é dormir.

    Amanheceu. Vamos lá, a luta continua. Consegui marcar consulta com outros dois médicos diferentes, para o mesmo horário. Fui aos dois. Me lembrem, que depois quero comentar esse episódio.

    Realmente, o caso é urgente e pode se tornar grave: já tem um pedaço da retina descolada...

    Um deles me encaminhou para outro especialista em retina - o médico 06 - que conhecerei e serei examinado na próxima segunda (11/10/10) . Esse fará mais uma fotocoagulação, mas se o caso for cirúrgico mesmo, irá me operar uma semana depois, já que antes irá a um congresso...

    Neste momento estou aqui, escrevendo esse post, e em seguida vou estudar. Tem atividades pra entregar, e não é prudente deixar os assuntos do mestrado acumularem muito. Nestes dias tenho assistido quase todas as aulas, mas tenho lido muito pouco, pra não forçar tanto a visão.

    E a vida, a vida é uma caixinha de surpresas...

    Ontem, quando estava no buzu a caminho das consultas, uma colega me liga num tom sério:
    - Enoch, o professor tá aqui querendo falar contigo! Vou passar o telefone.
    - Enoch, preciso que venha aqui ainda hoje... Então assim que voltar, me ligue!

    Quando voltei, bateu um medo, relutei em ligar, não queria ouvir más notícias. Ligo ou não ligo? Liguei.

    Fui aprovado em Metódos Quantitativos! Como já havia passado em Econometria, não fui jubilado do mestrado. Oba!

    Não sei ainda o resultado de Economia Política. Mas, mesmo que eu tenha rodado nela, continuo na maratona!

    Exame ANPEC 2011: Ranking

    Atualização:

    O link direto para saber a nota, no site da ANPEC, é http://www.anpec.org.br/exame/2011/ - tem que entrar com o login e senha
     
    Nessa segunda fase, já com a divulgação dos resultados pela coordenação do Exame ANPEC (apartir de 04/11/2010)  a planilha vai sendo atualizada com a classificação oficial dos candidatos, convites recebidos, centros escolhidos, etc.

    É importante que os candidatos atualizem as informações ao longo das rodadas de resultados. O formulário já está adaptado para a entrada de novos dados.


    Perceba que a pasta de trabalho tem quatro planilhas:
    • Ranking
    • Pré-Ranking
    • Médias e DP
    • Créditos e Licença de uso

    -------------------------------------------------
    Apesar da recomendação médica para ficar de repouso por uns dias (isso se aplica a ler e usar o computador), fiz um esforço para preparar a planilha colaborativa para que os que estão tentando uma vaga de mestrado através da ANPEC, Exame 2011, compartilhem informações.

    Ao conferir o desempenho, de acordo com o gabarito em pdf disponibilizado pela coordenação do exame, o candidato deve lembrar que cada item vale 0,2 e um erro anula um acerto. Já as questoes abertas valem 1 ponto mas não estao sujeitas à regra de mata-mata.

    Calculada a pontuação de cada prova, a planilha deve ser preenchida via formulário, e as informações podem ser visualizadas na tabela. Precisarei de voluntários que saibam manusear planilhas para ajudar a manter os dados organizados. Pela experiência dos dois últimos anos, não é prudente deixar a planilha aberta à edição por todos, pois vira um mangue!

    Os interessados podem interagir na já conhecida comunidade do Orkut, criada desde 2004 pelo Carlos Amorim, da Central de Ensino.
    -----------------------------------------------

    Caixinha de surpresas - parte 01


    Definitivamente, são as emoções, mas aquelas provocodas pelas incertezas, que dão um tempero todo especial à vida! Vou resumir os ultimos acontecimentos.


    Em maio eu dei uma travada. Ter momento(s) de desequilíbrio é comum em mestrandos e doutorandos. Fiquei uns 15 dias assim, sem conseguir render nos estudos e sem entender direito o porquê. Era um período de avaliações e fiquei na corda bamba em todas as disciplinas do primeiro semestre. Medo de ser jubilado: de acordo com o regimento, se perder em duas, tá fora.

    Hora de tomada de decisão. Considerei o contexto, analisei as implicações, as incertezas, e vi que era preciso perseverar. Procurei ajuda, derramei sangue, suor e lágrimas para salvar a pátria. Agora estamos cursando as disciplinas do segundo semestre sem saber os resultados do período anterior.

    Em uma delas (econometria), já sei que fui aprovado. Em outra, as evidências a probabilidade de eu ter conseguido passar é grande. Já em Economia Política, tenho quase certeza que rodei . Ou seja, provavelmente continuo no jogo!

    Já sabendo que os resultados demorariam a sair, por precaução, me inscrevi de novo na seleção da ANPEC. Daí conversei com o professor de métodos quantitativos: pedi que ele me avisasse com antecedência, pois eu dependia da informação pra decidir se estudaria para a seleção ou continuava concentrando meus esforços apenas nas matérias vigentes do mestrado. Como um bom filme, o tempo passou e mateve-se o suspense.

    As provas da ANPEC aconteceram essa semana, dias 29 e 30 de setembro...

    Mas a vida, a vida é uma caixinha de surpresas bem no estilo Joseph Climber!



    Vejam o flashback: há cerca de 15 dias (meados de setembro/2010) visitei um oftalmologista com a intenção de trocar os óculos e/ou verificar a possibilidade de me livrar da miopia, e ver por que minha lente de contato esquerda estava incomodando (parei de usar faz uns 3 meses). Me pediu trocentos exames, e resolvi que iria faze-los depois das eleições. Voltem do flashback.

    Só que, repentinamente, na sexta-feira  da semana passada (dia 25/09) comecei a enxergar muito embaçado com o olho esquerdo e a quantidade de mosquinhas e cobrinhas passeando pela visão aumentara consideravelmente.

    Resolvi antecipar os exames, marquei um deles para a segunda (27/09). Chegando lá, o médico 02 disse que eu estava com um rasgo na retina acompanhado de uma pequena hemorragia. E era pra eu ficar em "repouso absoluto" e entrar em contato com o plano de saúde imediatamente a fim de fazer um procedimento na tentativa de evitar a evolução para um deslocamento de retina (que poderia ocorrer a qualquer momento, tal e tal).

    Depois de muitas ligações, as duas datas mais próximas disponíveis para realizar a tal fotocoagulação à laser era quarta-feira, 29/09 (dia da prova da ANPEC!) ou então para oito dias depois.

    Contatei o médico que fez o diagnóstico, expliquei o dilema, perguntei se eu poderia esperar mais um pouco. Ele me disse que havia explicado bem a urgência do problema. Aconselhou que eu desse prioridade ao que fosse mais importante pra mim.


    E agora, advinha, será que fiz a prova (correndo o risco de ficar cegueta) ou fiz o procedimento (deixando de me precaver quanto ao mestrado)?!?

    VI Encontro de economia baiana


    Foto: Elói Corrêa/ AGECOM
    Este fim de semana  (16 e 17 de setembro) tivemos o VI Encontro de Economia Baiana aqui em Salvador. Revi alguns ex-alunos e alguns amigos e colegas do tempo da gadruação.

    De maneira geral, gostei. Até porque desde 2001 que eu não comparecia num encontro de economistas. Depois de um semestre no mestrado, a  gente já vê as apresentações com um entendimento muito melhor, mas ainda assim, a impressão que dá é de que "nada sei".

    Dos 100 trabalhos inscritos, 30 foram selecionados para as sessões temáticas. A grande maioria dos estudos apresentados foram desenvolvidos pelo pessoal do PIMES-UFPe e não das universidades baianas! No entanto, os três trabalhos premiados foram fruto de monografias de graduação da UFBa e da UFPB, e da dissertação de mestrado de uma professora da UESB.

    A temática do evento foi "Brasil e Bahia na nova configuração da economia mundial". Mas o palestrante principal - Antonio Barros de Castro - foi logo dizendo que "não ia falar especificamente sobre a Bahia" e passou a analisar como o Brasil enfrentou com sucesso a crise de 2008, e que agora só falta definir com muito cuidado as novas frentes estratégicas.

    Eu ia comentar as mesas que assisti, mas deixarei isso pra outra hora, talvez.

    E fica o convite-lembrete: na próxima quinta, às 9h da manhã, a Caravana Liberdade na Estrada 2010 vai passar por aqui!

    Enfim, a avaliação trienal da CAPES

    Enfim, saiu oficialmente a avaliação trienal da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - versão 2010, que reflete o desempenho dos cursos de pós-graduação stricto sensu, de 2007 a 2009.

    Vou me ater aos mestrados e/ou doutorados acadêmicos em economia:

    A boa notícia é que o mestrado da UFBA manteve a nota quatro. Ufa!
    Ao todo, são 14 cursos com esta nota. Para este patamar, subiram os conceitos da UERJ e da UFJF, enquanto os cursos da  UCB e da Unicamp (desenvolvimento econômico) caíram de 5 para 4. Os mestrados da UFES e um da UFV (Economia Rural) desceram para 3.

    Dez programas de pós-graduação estão com nota cinco: UNB e ESALQ desceram para esta faixa, enquanto a UFF foi promovida do conceito 4. Mantiveram-se: PUC-RIO, FGV-SP, UFMG, UFGRS, UFPE, UFPR, Unicamp (ciências econômicas).

    Temos apenas um curso com a nota seis: Economia da industria e da tecnologia da UFRJ, que subiu um ponto em relação à avaliação anterior.

    Dois times compõem a primeira divisão deste campeonato, agora com nota máxima, 7: EPGE (FGV-RJ) e USP.

    E são três os programas novos: a UEM implantou um doutorado, nota 4, e a UFMA e UFSCar, mestrados, ambos com conceito 3.

    ATUALIZAÇÃO:

    As informações acima são baseadas no seguinte documento:
    Resultados: Área de Avaliação/ Sigla/ Nome da Instituição/Programa

    Porém, vi na comunidade da anpec no orkut, que este *outro relatório* traz notas diferentes, para, por exemplo, FGV-SP e Puc-Rio. E agora, qual relatório está correto? O que se diz é que a FGV-SP subiu para 6 e a Puc-Rio manteve-se em 5.

    Curso de Economia do Petróleo

    De petróleo e Petrobras sei quase nada, mas estou tendo umas aulas de Economia do Petróleo, Gás e Energia (começaram sábado passado) e vou começar a ler a respeito.

    O curso está sendo bastante esclarecedor, informativo e tá sendo interessante conhecer como funciona essa Indústria, a partir da visão de quem está dentro.

    Daí eu vejo o curioso caso escrito pelo Adolfo e opiniões semelhantes pela blogosfera.

    Alguém indica alguma literatura onde eu possa entender esse contraponto?

    Ah! Até quinta-feira meu foco será outro: preciso sobreviver à uma avaliação decisiva de métodos quantitativos. Oremos!

    Agenda do mês de Agosto de 2011, em Salvador

    Dia 04 - Palestra no CME: “Sustentabilidade do Crescimento e Desenvolvimento Econômico ”. Prof.  Francisco José Lopes De Sousa Diniz, Universidade de Trás-Os-Montes e Alto Douro – Portugal

    Dia 11 - Início das aulas do segundo semestre

    Dia 13 -

    Dia 19 - Aula  inaugural do mestrado em economia: conferência com Alfredo Saad-Filho, prof. da Universidade de Londres, que fará uma análise da "crise econômica mundial".


    Dia 26 - Prova de Métodos Quantitativos (referente ao 1º semestre)

    Rapidinhas #13


    1) A foto acima mostra que ontem eu estava em Jacobina, terra do ouro, fazendo o encerramento do ciclo básico do curso de mídias na educação. Grande parte dos projetos apresentados versavam sobre  meio ambiente ou africanidade. Em cursos EAD com muita cobrança de atividades, a evasão costuma ser alta. Não foi fácil, mas consegui manter motivados 25 cursistas (60% da turma inicial) até o fim. Sim, isso foi um bom número.

    2) Tá acontecendo o Encontro Regional de Economia, versão 2010, em Fortaleza. Tô conferindo como foi/ está sendo o evento nas resenhas da Cibele e num post com as impressões do Eric.

    3)  E estamos, de acordo com uns frufrus que recebi por email, em pleno dia do amigo. Vocês (ou pelo menos alguns de vocês) já sabem que eu os amo de verdade. Mas me desculpem, amigos, (pelo menos hoje) não vou repassar poeminhas nem ligar nem passar mensagem pra expressar o quão importante vocês são para mim.

    Sobre Trabalhos de Conclusão de Curso

    Tempos atrás escrevi um texto chamado "Sugestões para a Defesa da Monografia de Conclusão de Curso". É direcionado a quem já está com o trabalho pronto, faltando apenas apresentá-lo. Notei que o artigo costuma receber algumas visitas e comentários duas vezes por ano, quando o pessoal vai chegando na reta final. Como estamos em época de fim de semestre letivo, resolvi deixar o link aqui, novamente. Pode ser útil aos que querem controlar a ansiedade (entendendo como é do dia D), além de dicas para fazer os slides e a apresentação em si.

    Para quem ainda está fazendo o TCC, ler um bom livro de metodologia e ter um orientador comprometido ajuda bastante. Veja também: o site Universia tem uma série de reportagens para o o antes, o durante e o depois: conhecer o regulamento, definir a modalidade e o tema, selecionar o orientador, realizar o processo de pesquisa, preparação para a pré-banca, dentre outros.

    Multiplica, simplifica, tira o log

    Uma homenagem dos alunos do Mestrado em Desenvolvimento Econômico UFPR - 2010 ao professor Luciano Nakabashi, de Macroeconomia.



    Não conheco o professor nem os alunos. Foi Cleiton (o de Feira de Santana), que tá no segundo ano do mestrado lá no Paraná, quem me mandou o link para o vídeo. Achei engraçado e postei aqui.

    =)

    Preocupações no último ano da faculdade

    Estive no interior dia desses (para cumprir uns deveres cívicos). Pela rua encontrei um ex-aluno que se formará este ano e está(va) pensando em enfrentar uma seleção de mestrado:

    — E aí, rapaz, como estão os preparativos?
    — Ah, professor, acho que vou fazer ANPEC só ano que vem mesmo... O TCC tá deixando todo mundo preocupado...
    — Oxe, da última vez que te vi, você tava todo empolgado, querendo saber como era a seleção,  o quê estudar e tal... Tem certeza que vai deixar de tentar só por causa da monografia?
    — Mas sabe o que é também? A inscrição custa caro... trezentos reais, e ainda tem o ENECO 2010 pra ir...
    — Ahhh, entendi! O ENECO...


    Cheguei a argumentar o que, em minha opinião, dadas as circunstancias, seria melhor. Mas, pensando bem, não vou achar certo ou errado caso um ou outro evento seja preterido. Sabemos que na reta final do curso tudo fica meio confuso - são muitas possibilidades e incertezas.

    Mas devo reconhecer - e relembrar - que um encontro de estudantes de graduação tem lá sua importância farrística.

    Previsões futebolísticas

    Olha que beleza: extrair dos dados informações e probabilidades que nem sempre são visíveis ou imagináveis a olho nu!

    Alguém aí faz favor de anotar, e mais à frente comparar essas previsões com o que dirão as cartas, astros, videntes e similares? E quando os jogos forem acontecendo, conferir os resultados e identificar quem mais se aproximou?

    hehehe

    Para a Copa de 2010:
    Brasil vai ganhar a Copa de 2010, afirma dupla de pesquisadores (via G1): até o PIB per capita está entre as variáveis do modelo... "O algoritmo apontou os seguintes jogos nas quartas: Alemanha e França; Sérvia e Coreia do Sul; Brasil e Holanda; Espanha e Itália. Nas semifinais: Sérvia e Espanha; Brasil e Alemanha. Na final, o Brasil vira hexa, em cima da Sérvia."

    Para o Brasileirão:
    Futebol brasileiro e métodos quantitativos
    - Previsão (e aferição) dos resultados do campeonado brasileiro a partir do Saldo Relativo de Gols e uma tal Classificação Elo. Nem todo simples mortal vai entender o que está escrito, mas vale a pena dar uma olhada mesmo assim.

    Tô Vacinado

    Fui tomar a tal injeção contra a gripe Influenza H1N1.
    Olhando de longe, deu medo da agulha.

    "Dona enfermeira, quero a minha via oral!"... "Mas e aquele Zé Gotinha lá na frente do posto de saúde, é pra enrolar a gente?"

    Só uma coisa não teve graça : quem chegasse pedindo informação no balcão de atendimento, a funcionária (dessas que não compreendem o que é ser servidor público) dizia que as fichas haviam acabado, e mandava voltar no dia seguinte, bem cedo. Mas quem ia direto pra fila, ou perguntava aos outros pacientes, recebia a vacina.

    Rapidinhas #12

    1) Acabo de saber que o 38º Encontro Nacional de Economia será aqui em Salvador, em dezembro (2010). Como sempre, a ANPEC tem algumas incoerências: no site diz que a data é de 07 a 10, enquanto no cartaz diz que será de 08 a 11.

    2) Já estou em casa nova, morando com mais duas pessoas. Agora gasto 20 min a pé ou cinco de buzu pra chegar até a faculdade. Essa foto ao lado, fui eu mesmo que fiz, tirada da janela. Ah! Finalmente começei a fazer caminhadas na praça do Campo Grande, e mês que vem quero voltar a nadar - até já dei uma olhada numa piscina aqui perto.

    3) Agora sou representante discente da minha turma do mestrado. Falei pra eles que minha primeira ação será estabelecer uma contribuição mensal, tipo sindicato... (risos)

    4) Estou acumulando coisas: leitor de feeds cheio de itens não lidos, emails para responder, posts rascunhados quase prontos pra publicar, artigos pra ler, capítulos para decifrar, exercícios pra resolver, etc, etc. Preciso colocar meu sistema de organização pessoal nos eixos novamente (lembrem-se que esse blog nasceu com o intuito de mostrar tentativas de levar a vida com proatividade e resiliência)

    Mestrado em Salvador: primeiras impressões


    Opa! Deixa eu tirar a poeira antes que o blog fique às traças! Ando zonzo com a correria do mestrado e com a adaptação à vida de cidade grande. Vamos às novidades:

    Estou enfrentando mais de uma hora de trânsito para chegar à faculdade. Isso tem afetado meu rendimento nos estudos... Pretendo me mudar para as redondezas do Mesteco ainda este mês.

    Apesar de não ter conferido na balança, já emagreci uns dez quilos: quatro, subindo a escadaria  + ladeira entre o terminal de ônibus (estação da Lapa) e a Praça da Piedade. Os outros 6kg perdi graças à um restaurante: a comida... causou uma infecção intestinal... e de lá pra cá não fui mais o mesmo. Ainda não me sinto "seguro" novamente... Mesmo assim, eu e os colegas voltamos lá, pois somos amantes do risco!


    Segunda feira tivemos uma reunião de trabalho, onde nos deram as boas vindas (depois de um mês de aulas) e apresentaram nossos (poucos) direitos e  (muitos) deveres. Teremos que cumprir 36 crédios em 9 disciplinas, além das atividades curriculares.

    A impressão é que querem "arrancar nosso coro sem tirar sangue". A  nova coordenação do mestrado pressionou bastante, avisando para terminarmos o curso em dois anos. Porém, no último triênio, o pessoal levou em média 31 meses para concluir. Historicamente, metade da turma desiste ou é jubilada e cerca de dez alunos por ano defendem a dissertação. Hoje o curso tem ao todo, 48 alunos.

    Sobre as primeiras disciplinas obrigatórias:

    Ecometria I:
    O professor é recém: recém doutor pela USP, recém chegado na casa. Mas fez o mestrado por aqui, então conhece bem as deficiências a realidade do centro. Está empolgado, com vontade de fazer diferença  e ministrar um bom curso:

    — (...) a intenção é que quando vocês encontrarem um colega que estudou na usp, na fgv, que você consigam conversar e se sentirem nivelados.

    Neste primeiro mês fizemos uma "revisão" de Estatística, baseada nos primeiros 4 capítulos do Hogg-Mckean-Craig. Entregamos duas listas de exercício e na próxima terça teremos a primeira avaliação!

    Métodos Quantitativos

    Por enquanto está dando pra levar. Já tem bastante assunto pra estudar, considerando que a turma é um pouco heterogênea (ou homogênea pra baixo). O professor pede "leitura intensa e total dos capítulos cobertos pelo livro-texto principal (Alpha Chiang)" - Sim, isso mesmo: Chiang é o nosso guia, e o Simon & Blume, complementar.

    Doutrinação Ideológica Economia Política:

    Por causa das outras matérias, tendemos a deixar essa em segundo plano - mas os veteranos já avisaram que essa estratégia é perigosa, pois a carga de leituras é grande.

    Segundo o professor:

    — Iremos ver tudo que é relevante fora do mainstream. E quando vocês virem o mainstream, é pra ser criticado. Vamos desmistificar a economia neoclássica e apresentar alternativas.

    Ele também diz umas coisas que eu prefiro classificar como "engraçadas":

    — Nenhum economista de gravatinha conseguiu dar uma explicação satisfatória para a crise. (...) Essa fauna ridícula (...)

    — A teoria neoclássica explica qualquer coisa com dois argumentos: 1) as manchas solares: mudam o clima, que impacta na produção agrícola, provocando as crises (Jevons). 2) a culpa é da natureza humana, especulativa.

    Mas estamos na Academia e não numa igreja,  ou seja, não é questão de fé. Daí não preciso aceitar e concordar com o que ouço. Mas não estranhem se eu começar a reproduzir esse discurso, afinal, sou obrigado a gastar parte do tempo fazendo essas leituras...

    ------

    Créditos das fotos:

    Leito sem ar!

    Dia desses precisei ir a Jequié resolver umas burocracias... Haviam dois tipos de ônibus, e ambos sairiam praticamente no mesmo horário. A diferença entre eles era de seis reais. Então optei por pagar os R$70,00 e ir mais confortável. O problema é que a moça do guichê, ao me vender as passagens, não avisou de um pequeno grande detalhe...

    Me senti ludibriado, pois não fui avisado antes da compra, não veio discriminado na passagem, e quando chego para embarcar, estava lá, escrito com luzes piscantes na testa do ônibus, que o buzu era leito, mas sem ar condicionado!

    Taí, deixo registrado que a viação Camurugipe mais uma vez pisou na bola!

    Aos que conheceram Mauro Sudano

    Não sei porquê, mas tio Google tá trazendo pra cá pessoas que procuram notícia do Mauro Sudano Ribeiro.  Até email via formulário de contato, recebi.

    Meus caros, infelizmente eu não conhecia o economista, professor e jipeiro off-road, mas me parece que ele era uma pessoa muito benquista.

    Para vocês que vieram aqui atrás de informações, os convido a visitar o blog Pedro, homo econometricum, que fez um post em homenagem a ele. Lá vocês podem inclusive deixar comentários.

    Ler sobre o ocorrido me deixa um pouco assustado. Sinal de que preciso levar a saúde mais a sério.

    Onde fica o mesteco? Moradia perto da faculdade?

    Fala mestrando! Estou aqui vendo APs pela net. Sabe a exata localização do Mesteco - UFBA? Podes me mandar os bairros que seriam perto das aulas?

    Respondendo:

    Eu sou do interior e não conheço Salvador direito, mas vamos lá: talvez seja complicado alugar apartamento, assim, de longe. E tem que esperar o efeito-carnaval passar. O ideal é arrumar um lugar pra ficar uns dias, e depois (ou pouco antes) que as aulas começarem, bater perna procurando moradia, colega pra dividir, essas coisas.

    O Mestrado vai funcionar na Faculdade De Economia da UFBa. Fica ao lado da Igreja de São Pedro, na Praça Da Piedade (também conhecida como Praça 13 de Maio). Isso é próximo à Avenida 7 de setembro, no centro de Salvador. A região pode ser vista do alto, no wikimapia (a praça tá bem no meio, onde tem um sinal de +). O google maps também ajuda, tanto na visualização por satélite, quanto no mapa de ruas.

    Os alunos chamam a praça de "Iraque" - terra onde o filho chora e a mãe não vê - por causa dos constantes assaltos que ocorrem por ali.

    Pelo que venho conversando, dizem que locais próximos, que dê pra ir à pé, são:
    • Rua Direita da Piedade
    • Avenida Sete (trecho entre a Praça da Piedade e o Forte de São Pedro)
    • Barris
    • Carlos Gomes
    • 2 de Julho
    • Aflitos
    • São Bento
    • Mouraria
    • Campo da Pólvora
    • Campo Grande,
    • Politeama

    Locais próximos, mas que precisa pegar ônibus:
    • Vale do Canela,
    • Garcia,
    • Graça
    • Vitória
    • Saúde
    • Vale do Nazaré
    Segundo informações, alugar apartamento custa de R$800,00 em diante, e o costume é dividir entre 2 a 5 pessoas.

    Devo chegar em Salvador na véspera das aulas. Tenho lugar pra ficar nos primeiros dias, mas tenho que correr em busca de  um canto ( Alugar um quarto? Pensionato? Dividir apartamento?).
    Qualquer coisa, tamos aí.

    (Post em construção) (escrito em fevereiro de 2010...)

    Jornalista traduzindo economia

    Primeiro me lembrei que de vez em quando ouvimos o pessoal comentando sobre os problemas com o jornalismo econômico. Hoje, navegando pela rede, encontrei um blog bacana, cujo objetivo é falar de economia, de forma simples, para leigos, para que eles possam fazer suas escolhas mais conscientes: Economia Clara, por Luciana Seabra.

    A blogueira, jornalista, está cursando mestrado em economia, porque acredita que  "não é possível escrever sobre Economia sem compreendê-la" .

    A intenção, sem dúvida, é nobre. Porém, talvez pelo reflexo do centro de pós-graduação no qual ela estuda, surgem uns posts meio equivocados viesados, como este: economia - ciência exata ou social?

    [Atualização em 23/04/2010]:
    Sobre essa coisa de falar de economia em linguagem simples, achei muito interessante essa dica do De Gustibus: o blog da professora Roseli da Silva.

    O concurso e as canetas


    Hoje foi dia do concurso da Embasa (falei dele noutro post). De manhã fui lá fazer a prova e vender  algumas canetas para os concorrentes. Dá um certo frio na barriga porque a gente sempre acha que os candidatos leram o edital. Mas sempre tem os incautos - e se eu tivesse chegado mais cedo, teria repassado mais unidades. As reações foram mais ou menos assim: "identificou uma oportunidade, hein? parabéns!"

    À tarde, as provas eram para cargo de nível médio e eu e Tami fomos salvar os desavisados. Chegamos num colégio, já tinha um  vendedor. Em vez de abrir concorrência e reduzir preços, rumamos para outro lugar.  Daqui a pouco um maluco que estava trabalhando na organização (e alegou ser da equipe da CESPE que veio diretamente de Brasília) chegou querendo intimidar:

    — Eu sei que tem os espertos (isto é, exploradores) querendo ganhar dinheiro fácil, mas você não pode falar que só pode usar caneta preta, porque se for azul, vamos aceitar, desde que seja transparente.

    — Olha, eu vou continuar falando sim. Tá escrito aqui, ó: "caneta esferográfica preta, fabricada em material transparente". Eu fiz a prova de manhã e foi solicitado que os candidatos guardassem lápis, borracha e caneta azul, pois só era permitido a de tinta preta, conforme reza o edital. Se o fiscal aceitar outra cor, vai tá favorecendo um candidato!

    Não me senti um porco capitalista explorador da classe oprimida, como ele quiz me taxar. Eu e Tami estávamos ali colaborando para que os candidatos atingissem seus objetivos - que não perdessem a chance de fazer a prova por um detalhe tão pequeno.

    Ah! E pra provar que meu intento era ajudar o próximo, cheguei a trocar umas duas canetas de cor azul pela preta e até doei duas esferográficas para uma galera que eu percebi que não dispunham de dois reáu.

    Como andam os preparativos para a mudança

    Falta menos de um mês. Se eu estivesse indo pra longe, talvez já tivesse com quase tudo organizado. Mas como Salvador é logo ali ("apenas" 360km), ainda há muito a fazer antes de seguir para o mestrado.

    Moradia:
    Não tenho nada definido, sugestões são bem-vindas. É provável que eu fique em algum pensionato por uns dias até arranjar um apartamento para dividir. Assunto para o próximo outro post
    .

    Quem são os colegas?
    Pedi à secretaria que divulgasse, entre os calouros, uma lista com nomes e emails dos colegas, pra gente ir entrando em contato uns com os outros. Disseram que não podiam fazer isso enquanto não estivéssemos oficialmente matriculados na instituição - seria anti-ético dar essa informação... oO

    Se já estamos cadastrados no sistema, não sei. Só sei que fomos obrigados a nos matricular, isto é, entregar os documentos, em 20 de dezembro - e quem não entregou na época, perdeu a vaga.

    Pleiteando ajuda de custo
    Saiu o edital que trata da ajuda de custo para professores e servidores da UESB que estão mestrando ou doutorando. São apenas dez bolsas-ajuda-de-custo para mestrado. Para concorrer, além de atualizar o Currículo Lattes, tenho que providenciar cerca de 15 declarações e certidões em diversos setores da universidade.

    Minhas dicas para blogueiros iniciantes

    Tá, eu sei que é só fazer uma pesquisa que encontramos x^n tutoriais na web, além da página oficial de ajuda. Suponho que você está usando o blogspot (blogger) como CMS.

    1) Blogger in draft
    Para administrar o blog, procure acessar o blogger por essa página: draft.blogger.com/home - os recursos novos aparecem primeiro por aí.

    2) Resista ao fundo preto!
    Primeira "regra" básica: letras brancas e miúdas em blogs de fundo preto deixam as vistas embaralhadas. Tem que trocar o layout. Pode-se fazer isso usando os modelos-padrão do blogger, ou usar um template personalizado.

    Hoje em dia é muito fácil trocar o template. Até pouco tempo, quando mudávamos o template, era preciso refazer toda a barra lateral. Agora a vida está mais fácil porque os "widgets" em uso podem ser salvos)
     
    3) About me
    Faça ou atualize uma página onde você diz quem é e de que trata o blog. Todo blog que se preze tem que ter um "Sobre" decente. E não, não tô falando daquele perfil padrão do blogger.

    4) Lembre-se de incluir coisas básicas:
    Ponha uma caixa de busca logo no início.
    Links para o "sobre" e para o endereço do feed tem que estar disponíveis em todas as páginas.
    Utilize o bom senso na hora de configurar o número de posts que aparecem em cada página. 50 posts em uma página só torna o carregamento demorado.
    ----------

    Esses foram quatro conselhos gerais para a apresentação do seu blog. Para refletir sobre a parte mais conceitual, veja:
    1. Vale a pena estar na rede?
    2. Qual a diferença entre Blog e Site?

    Rapidinhas #11

    1) O Julio Cézar acaba de lançar seu blog: Jovem Economista. Já começou dando dicas de estudo para a ANPEC e sobre a vida acadêmica. Legal a iniciativa!

    2) Aliás, lendo o Julio, me lembrei de uma passagem engraçada com o Ricardo Martini. Num post onde ele falava sobre seus preparativos para estrear na docência, um anônimo comentou que blogs com letras brancas em fundo preto ficam muito desconfortáveis para ler. Daí, Ricardo, que não entendeu direito, respondeu:
     — Anônimo, não te preocupa, os quadros das salas de aula da FACE-UFMG são todos brancos!

    3) Em cima da hora: segunda, 25 de janeiro, é o prazo para quem quiser enviar artigo para ser publicado na revista Bahia Análise & Dados. O tema da próxima edição será "Reflexões sobre o pós-crise: possíveis cenários". Curiosamente, o periódico está indexado ao sistema Qualis, em áreas afins, mas não explicitamente à Economia. Mais informações na página da SEI e download do edital (pdf).

    Homem grande do tripé pequeno

    Sabe-se que tamanho é documento. Apesar de eu ser um cara de grandes proporções (120kg em 1,8m e calçar 44), meu tripé é pequeninho: atinge no máximo trinta centímetros quando está totalmente estendido. Veja aqui uma foto do "negoço" funcionando:

    Hehehe, mas eu quero falar mesmo é daquilo que fica em cima.

    É aquela história... "Você não pode comprar um bisturi e sair dizendo que você  é um cirurgião. Também não pode comprar um capacete e sair dizendo que você é astronauta. Mas pode comprar uma máquina fotográfica e sair dizendo que você é fotógrafo"

    Pelo que andei lendo, melhor seria se tivesse controles manuais da abertura do diafragma e velocidade do obturador, mas comprei uma digital compacta mesmo. Dentro da faixa de preço que eu estava disposto a pagar agora, a Panasonic Lumix FS62 foi uma ótima aquisição. Tem um monte de firulas, como cenários pré-definidos e configurações automáticas. A câmera permite também ajuste manual do balanço de branco, Exposição EV e da Sensibilidade (ISO). 

    Tô tentando aprender o minimum minimorum sobre fotografia, e por isso ainda não estou muito seguro dos significados e melhores usos dos nomes e siglas que citei no parágrafo anterior.

    Criei um álbum no Flickr  (Foto Grafia) para ir registrando meus avanços. Óbvio que  os resultados saem no nível de um fotógrafo amador iniciante com câmera não-profissional. Mas já consigo perceber como algumas fotos poderiam ter ficado melhores e dá vontade de retornar aos lugares  para fazer novas tentativas.

    Caminho da Roça


    Ah! Notei que os parentes e amigos ficaram  um pouquinho sem paciência de esperar muito antes do clique. Acham que é só deixar no automático, mirar e bater!

    Digam "xis"...

    Basicamente temos que prestar atenção na composição da cena e ver a questão da luz. Na foto abaixo, por exemplo, utilizei um modo de cena que permitiu diminuir a velocidade do obturador para 15s, ISO 80 e sem uso de flash. Registrei as luzes noturnas da Cidade Sol  às 18h45 do primeiro dia do ano! (agora vá lá e veja a galeria completa).

    Luzes noturnas da Cidade Sol

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...