Mestrados e Doutorados em Economia - mapa do Brasil

Iniciei mais um projeto colaborativo. Dessa vez, no google maps. Com o mouse, você pode arrastar o mapa, aproximar ou afastar a imagem, e ao clicar nos balões (cada um corresponde a um programa de mestrado ou doutorado em economia), surgirão informações como endereço, site e fotos sobre o centro de pós graduação escolhido.

Qual a utilidade de um mapa desses? Visualisar quais as pós stricto senso mais próximos de sua casa (se bem que esse não deve ser o critério decisivo para a escolha =), achar qual a distância de um centro até onde você está, orientação geográfica, etc e tal



Exibir mapa ampliado

Ajude a listar onde ficam os centros de pós-graduação em economia do Brasil, sejam eles filiados à ANPEC ou não. Há uma lista com cursos recomendados e reconhecidos no site da CAPES.

Fique à vontade também para retificar a localização exata e/ou acrescentar informações às entradas já incluídas. É possível adicionar texto, acrescentar hyperlinks, além de incorporar fotos e vídeos.

Para editar, faça login na sua conta google, abra o mapa em nova página, clique em "salvar em meus mapas" e depois em editar.  Se precisar, há um guia do usuário do Google Maps que pode ser lido em inglês ou português.
------------
Post Scriptum:
Esse é uma artigo transferido do EFN pra cá. Agora só falta trazer mais um.

Fatos inusitados, lições do dia-dia

Revendo meus updates no twitter, percebo que:

Boas idéias surgem em momentos inesperados:
#GTD: Tava anotando uma tarefa à fazer. Parei na metade pq surgiu uma urgência. Agora não lembro o que era, e o papel só me diz: "dar uma"
5:30 PM Mar 2nd

Tem gente que não gosta quando somos francos:
Ligaram pra minha irmã. Chamei-a: Tami, é pra tu! É propaganda pra vender cartão de crédito ou seguro! (Pi pi pi pi...)
10:21 PM Feb 25th

Pequenas coisas podem fazer grandes diferenças
Meu tio [sempre] pede pra eu olhar umas planilhas e quer mandá-las no pendrive. Porque não manda por email? "Ah,... não sei fazer isso"
11:40 AM Feb 3rd

Hora De Coletar Os Dados Primários

Numa das comunidades do Orkut, alguém pediu que respondêssemos a um questionário para sua pesquisa do mestrado. Disse que mandaria o arquivo por email.

Imagino que este formulário está montado no MS Word. Se eu quiser participar, ele terá que me encaminhar, entrarei no meu email, farei o download, passarei o antivírus, abrirei o editor de textos, marcarei as respostas, salvarei as alterações, farei o upload, tudo isto antes de apertar "Send". Em seguida ele ainda terá quei abrir o correio eletrônico, baixar o arquivo, e provavelmente tabular os dados na unha!

Minha dica, para quem vai coletar dados primários, é criar um formulário no Google Docs, um survey online, tanto para facilitar a vida de quem vai preencher, quanto para quem vai agrupar os dados.

Se for encaminhar o questionário, pode-se divulgar apenas o link ou incluir as perguntas no corpo do email. Assim as pessoas entram, respondem, e as respostas irão automaticamente para uma planilha, para serem usadas como e onde quiser.

Acho útil, mesmo que o pesquisador tenha que imprimir, aplicar o formulário pessoalmente e lançar as informações depois.

Para saber mais sobre o Office do Google, vale a pena consultar a Central de Ajuda. Para saber mais especificamente sobre os formulários, recomendo estes três links:
Investir um tempinho aprendendo a construir e manusear o formulário pode economizar algumas horas no momento de tabular os dados.

BlogBlogs.Com.Br

Aviso: manutenção no blog - mudanças

Pessoal, troquei o endereço do blog. Agora é www.AlemDasCurvas.com  em vez de euVejo.alemDasCurvas.com. Farei um redirecionamento, e, se der certo, mesmo quem digitar euVejo chegará no www.

Para quem lê via agregador de notícias, o feed continua o mesmo:

Quando criei o EnochFilho.Net (EFN) a idéia era manter esse aqui exclusivo para escrever sobre produtividade e gestão do tempo. No outro eu falaria sobre educação, economia, essas coisas.

Dividir esforços está me deixando pouco produtivo. Agora tô querendo trazer trazendo os poucos posts de lá pra cá e blogar apenas daqui. O EFN também passa por uma reforma e continua existindo (como uma espécie de hub) para centralizar minhas informações profissionais (currículo, produção, essas coisas).

Ali na coluna lateral tem uma enquete pra eu saber o que vocês acham. Aceito sugestões.

PS: Aos poucos, sem pressa, farei outras melhorias. Desculpem qualquer contratempo  =)

Biblioteca Digital: criar, manter, usar

Este seria um comentário. Virou post onde aproveito para documentar algumas coisas que tenho sugerido a amigos que começaram o mestrado recentemente. Mas as dicas se aplicam a quase todos que acumulam papelada digital.

Ontem o Philipe Berman, que escreve as Simples Notas, perguntou:
"Alguém poderia me ajudar? Venho acumulando arquivos digitais de papers há três anos, mas cheguei em um ponto em que organizá-los por pastas do Windows se tornou inviável. Às vezes perco um tempão procurando um artigo, e muitas vezes desisto e acabo apelando pro (...)"

Meu receituário implica na redução na quantidade de pastas e subpastas, utilização de um indexador de arquivos e adoção de um programa para centralizar anotações. Como bônus, pense na possibilidade de acessar esses dados em qualquer lugar. Vamos lá: 

Organização da pasta Meus Documentos

Tem uma conversação bacana aqui. Geralmente tento manter uma estrutura simples, apesar do caos sempre querer tomar conta. Mas este não é seu problema. O pepino agora é:


Tornar funcional sua biblioteca acadêmica digital

Os arquivos são fáceis de encontrar pois estão disponíveis em algum lugar! Mesmo quando você não os acha na sua bagunça, dá um jeito de baixar novamente.

Viu a sugestão do Pedro? Se achar necessário, utilize um desses programinhas que renomeiam vários arquivos de uma só vez. É possível, por exemplo, padronizar o nome, mantendo uma sequência, ou apenas retirar, incluir ou substituir caracteres em determinada posição, etc. Eu usava o Lupas Rename, e agora uso o ReNamer. Não me pergunte qual deles é o melhor  =)

Na verdade, não precisa ter uma organização sistemática (nem de pastas, nem de nomes) dos arquivos. Basta um programa para indexar o conteúdo deles no seu computador. Há o Google Desktop, o Windows Search, o Copernic e outros. Apesar de o Mac e o Windows Vista já possuírem indexadores de conteúdo no próprio sistema operacional, vale a pena adotar um destes softwares.

Mais importante do que organizar os arquivos, é gerenciar as impressões geradas ao ler esses artigos. Entendi isso quando li estes comentários do Fabiano Caruso, nesse bate papo lá no GTDbr:
 "Mas em um tempo de abundância de informações a minha dica é: não se preocupe muito em organizá-las, concentre-se mais em formação de opinição e produção escrita e reflexiva a partir do que é passado de leitura (...) Então, acho que o melhor caminho hoje é..."

Agora pergunto: onde você guarda seu rabiscos, seus rascunhos, seus fichamentos, seus comentários? No email? Em folhas avulsas no MS Word?

A dica aqui é usar algo para gerenciar e tornar acessível essas informações. Recomendo o Evernote. É como um bloco de notas, onde você inclui textos, rascunhos, anexa trechos da web, áudio, imagens e até pdfs inteiros. Esse seu cérebro digital pode ser acessado através do seu computador, pode ser carregado no pendrive, estará disponível em qualquer browser e até no smartphone. Tudo sincronizado.

Leituras versus produção de conhecimento

Dê uma lida nesses dois textos e faça as devidas adaptações para sua realidade:
  • Organizando-se para o Mestrado - é um "guia" de técnicas de organização para coleta de dados, leitura e escrita baseadas na experiência pessoal de Sílvia Assumpção do Amaral Tomanari
  • Using Evernote For Research - o cara do GTD Wannabe, um doutorando, explica como ele utiliza o Evernote para auxilia-lo em seu trabalho.

 Acessando a Biblioteca digital pessoal em qualquer lugar

Talvez você tenha o hábito de salvar alguns arquivos importantes no email ou faz uso de algum tipo de disco virtual (DropBox, Skydrive, etc)... Mas você sabia que pode sincronizar pastas de arquivos entre vários computadores e internet? O Live Mesh disponibiliza 5GB gratuitos (mas lembre-se que não existe almoço gratis). Já o SugarSync, com mais opções, tem um free trial por 45 dias, além de oferecer 2 GB free, tem planos a  partir de 30 GB a preços razoáveis.

 E o que fazer com os artigos em papel?

Fácil: monte seu "Arquivo de Referência Geral".

Rapidinhas #3 [Autofocus System, aniversário, etc ]

1) Meu pdaphone, velhinho de guerra, está com o som muito baixo. Tô considerando comprar um celular comum, baratinho, pra usar como ligador, e ir usando o O2 Xda Atom como pda até que eu re$olva adquirir um smartphone novo.

2) Hoje é meu natal (estou fazendo a transição para a próxima casa decimal) e já sei o que pedir ao Papai noel do Céu. Não é um celular novo, hahahah.

2) Uma amiga - Silvia-BH - tem falado muito bem de um novo sistema de organização pessoal: Autofocus, do Mark Forster. Nas palavras dela:
"É muito simples. Anota-se num caderno grande e o sistema consiste em como escolher a tarefa a ser feita, este é o ponto principal. Algumas são descartadas, este é outro ponto. E é apenas isto: caderno e caneta. (Refiro-me a linhas gerais, pra praticar o AF precisa ler atentamente as instruções na página do autor.)"

Já dei uma primeira lida nas instruções. Vou testar, depois digo o que achei. De qualquer forma, parece eficaz e pode ser útil a quem acha o GTD muito burocrático.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...