Off Toppic: Sobre a responsabilidade de blogar

O Ricardo Cabianca, profissional de Comunicação e Marketing, me chamou para discutir sobre a responsabilidade de blogar: ter cuidado com o que fala, e antes de opinar sobre algum assunto, checar a veracidade do fato, porque quem lê, geralmente acredita.

Na hora me lembrei de uma coisa que aconteceu aqui: o livro "A Arte de Fazer Acontecer" estava em falta, mas havia rumores de que seria lançada nova edição, revisada . Como a suposta nova edição estava demorando a sair, resolvi ligar para a editora.

Voltando ao assunto... até agora participaram da conversa o Conrado (Dinheirama), que fez uma reflexão dizendo que "responsabilidade é um compromisso com seus princípios e com o próximo", e o Pedro Passos Cardoso (Saiba Tudo), que prefere não impor aos blogueiros a mesma responsabilidade dos jornalistas.

Já ouvi dizer que internet é um lugar onde se exercita os argumentos: ao "conversar" com alguém, a pessoa do outro lado da tela pode pensar diferente daquilo que realmente diz, pode estar mentindo o sexo e as preferências [risos].

Mas eu não consigo ver a web como um mundo à parte, uma Second Life. Percebo a internet como adjacente ao que o o indivíduo faz e é. Ou seja, a identidade é uma só. Isso fica mais evidente quando o blogueiro (indivíduo que tem blog) não é profissional de tecnologia (programador, desenvolvedor, webdesigner, analista de sistemas, etc).

Eu, por exemplo, sou economista e tenho três atividades principais: sou professor das áreas de Economia e Administração, sou servidor público numa universidade, onde trabalho com compras e licitações, e dou uma força no comércio da família. Além dessas, edito este blog e mostro muito minha cara por aí.

(Tá certo que muita gente com quem lido no dia-a-dia usa internet muito pouco e ainda imagina que blog é um diário. Mas, graças à Deus, o formato blog é cada vez mais aceito)

Ora! a internet e o blog me abrem perspectivas para conhecer outras pessoas e acessar outras oportunidades, mas as pessoas com as quais já convivo e me conhecem, também, mais cedo ou mais tarde acabam tomando conhecimento da minha parte "virtual". Alguns ficam bastante surpresos quando me "descobrem" neste ambiente.

Meus amigos, meus colegas e meus alunos vêm aqui e esperam reconhecer o Enoch presencial que eles conhecem. Mesmo que meu blog não seja sobre aquelas atividades principais nem sobre os momentos de lazer, tudo o que eu digo aqui pode respingar por lá.

Devemos ter consciência que o que somos, fazemos e dizemos on-line reflete no offline.

Todos podem pareticipar do meme. Antes, leiam o post do Ca'bianca para se situar.
Ainda assim, gostaria de convidar o Guilherme Valadares, o Milton Yogi, o Donizzetti, o Sérgio Lima, o Luiz de Paiva e o Cláudio Shikida.

-----------------------------------------------------------
Já Cotei: Second Life - Internet - Blogs - Responsabilidade
-----------------------------------------------------------

12 comentários:

  1. Não acho que nós blogueiros tenhamos exatamente a mesma responsabilidade dos jornalistas, exceto os que são jornalistas.

    Mas acho que o mínimo de obrigação que temos é a de sempre que possível referenciar o que escrevemos com um link para o documento de origem.

    Se por qualquer motivo a referência "faltou com a verdade" somos vítimas também, o que vem mais uma "obrigaçãozinha", a de ao descobrir o fato comentar o evento e explicar o ocorrido.

    ResponderExcluir
  2. Ricardo Cabianca24/07/2007 18:18

    Enoch, muito boa a sua participação. E assino o que vc afirma, a web não é um mundo a parte e desta forma, é necessário atuar nela da mesma forma que atuamos na vida off line, com responsabilidade nos nossos atos!

    Um grande abraço e vamos ver o que vem por aí sobre este tema!

    Ricardo Cabianca
    Estou Blogado! www.cabianca.net

    ResponderExcluir
  3. Pedro Cardoso25/07/2007 10:35

    Amigo, obrigado pela citação, mas meu nome é Pedro Cardoso, e não Pedro Passos.

    abraço.

    ResponderExcluir
  4. @Pedro: Ops! Mate o homem mas não mude o nome! Consertei.

    @Ricardo: Sim, vamos ver o que vem mais por aí. Os pontos de vista tem sido interessantes.

    @André: Pensando bem, tem uma boa parcela de blogueiros fazendo sua parte, né?

    ResponderExcluir
  5. Olá Enoch!

    Primeiro de tudo, obrigado pelo convite!

    Estou no meio de uma mudança (aquela com CEP!) mas até sábado eu respondo ao convite!

    Abração pra ti!

    ResponderExcluir
  6. Enoch, querido!

    Conheço você da lista sobre GTD. Seu blog está cada vez melhor!

    Estou linkando seu blog no meu "Justale Momentos", onde posto minhas Fotopoesias (minhhas poesias com minhas fotos ilustrando).

    Quando puder, dá uma passadinha lá.

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde

    Já escrevi sobre o tema só que enfatizando a responsabilidade dos artistas.
    Acredito que todos somos responsáveis. Mesmo em um micro-universo temos responsabilidade sobre nossas atitudes perante as pessoas do nosso foco de ação.
    Temos que ter coerência e respeito pelos outros.
    Gostei do seu enfoque. Parabéns!

    Grande abraço

    André Neves

    ResponderExcluir
  8. ok , agora sim. terminei o saquinho de biscoitos.

    Eu não se diria algo diferente do que disse o André Simões lá no alto. Acho que a questão da responsabilidade, como em toda a nossa vida, não seria diferente no blog.

    Sim, concordo com a referência às fontes (sempre, sempre, sempre) também.

    O ponto é: você terá blogs com gente mais ou menos irresponsável. Não tem jeito. O importante é que cada um que esteja disposto a usar o blog como forma de comunicação com amigos, alunos ou desconhecidos, faça-o da melhor forma.

    Só agindo, errando e acertando, para descobrir a melhor forma de fazer isto.

    Claro, um código de etiqueta da vovó (os simples mandamentos de sempre) são bem-vindos.

    Não acrescentei nada de novo, né?

    Abração. Obrigado pela citação e convite! Pena que não contribuí muito.

    claudio, gustibus

    ResponderExcluir
  9. Olá Enoch,
    Concordo plenamente com você que quem escreve um blog precisa ter coerência e responsabilidade. Gostei do termo respingar...é isso mesmo! Quando escrevemos algo precisamos estar cientes que podemos influenciar outras pessoas. Isso não significa que não vamos errar...O importante é ter humildade também para saber quando erramos, corrigir o erro quando possível e escrever sempre com coerência com nossa forma de ver o mundo. A internet não é um mundo à parte, é mais uma ferramenta de comunicação.
    Ah, antes que eu me esqueça! Obrigada pela sua visita e também pela sua sugestão "quem somos nós". Isto é algo que precisamos resolver, mas preciso aprender como colocar lá no blog!(rsrsrs)
    Um abraço,
    Rosana

    ResponderExcluir
  10. Milton, do blog OutroJeito04/08/2007 08:11

    Oi pessoal,

    Realmente o assunto é importante.
    Acredito que "blogar" assume várias conotações, e cada blogueiro irá ter a sua ética e seus propósitos, pelo bem ou pelo mal. A regra da internet é, em essência, não ter regras.

    Erros, impropriedades e desvios fazem parte dessa natureza democrática da internet.

    Mas cada um irá consolidar sua posição conforme suas próprias ações. Ou seja, responsabilidade, consciência e reflexão podem ser ponto de honra para uns. Para outros, esses itens podem ser deixados de lado - inconscientemente ou não - por vaidade, ganância, egoísmo.
    Eu mesmo sou sujeito a isso tudo como qualquer pessoa.

    A contrapartida é que cada um vai encontrar seu nicho na blogosfera.
    Haverá aqueles que continuarão a acessar blogs que destestamos...e outros que só frequentarão os que amamos (o nosso próprio blog, por exemplo).

    Espero que aqueles que compartilham dos nossos valores prevaleçam.
    Mas o mundo nem sempre é justo...

    Sucesso e Paz!!

    Milton,
    do blog www.outrojeito.com.br
    (Simplicidade nas Apresentações)

    PS: estou lendo o livro Criatividade de Guerrilha - O Poder dos Memes, para aprender o que afinal é um meme. Não tinha a menor idéia do que é isso.
    Não sei se isso de gerar um tema e disparar pela blogosfera pode ser considerado um meme (no sentido original que foi concebido).
    Uai, será que os blogueiros corromperam um conceito "cool" para seus propósitos??
    "Olha, sou antenado, isso é um meme.".
    Sei lá.
    Talvez seja melhor eu terminar de ler o livro e aprender mais.
    Ou então a hipervelocidade de tudo já tenha mudado o significado do meme :)

    ResponderExcluir
  11. Gostei especial/e em aceitar e entender as diversidades dessa blogsfera.Escreve de maneira honesta e simples.seu conteúdo é bom.
    Como deve ser como ser humano.Sepuder me visite:
    porumfio.blogspot.com
    Se encontrar um bom conteúdo,critique por favor.
    Parabéns.

    ResponderExcluir

Quero saber sua opinião. Mas veja que embaixo do formulário está escrito "comentar como: Selecionar perfil".

Clique para escolher uma das opções para se identificar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...