Iniciação científica - o que vem depois

Vale a pena refletir sobre um texto disponível no Rabiscos Econômicos e replicado pelo pessoal do  Gustibus...  onde comenta-se que um aluno não pôde inscrever num seminário de iniciação científica uma pesquisa que ele próprio havia desenvolvido. Philipe disse:
Bom, eu apresento outra triste realidade que acontece pós-formatura: se você não estiver amparado por uma instituição, ser um pesquisador independente, tudo fica mais difícil.  
 
Eu senti isso na pele, quando era recém-formado e tive a oportunidade de integrar uma equipe técnica na elaboração de um projeto. Minha contribuição ali era relevante, pois eu já havia feito um estudo sistemático sobre a comercialização de carne de bode em Jequié. Mas eu me sentia meio solto nessa equipe,  porque meu trabalho ali era voluntário e todos que os outros, com exceção de mim, estavam amparados por alguma instituição - prefeituras, agências de fomento, outras organizações...

Mais GTD em português


GTD
Originally uploaded by r_maues.
Deixo aqui registrado - reblog como dizem alguns - a dica de Tiago Bacciotti sobre como montar as listas GTD diretamente no brownser (internet explorer, firefox, etc).
Confesso que até hoje não sei lidar direito com essas coisas de wikis... mas achei esse programinha interessante!

Muito legal o fluxograma ao lado, feito pelo Rodrigo Rocha. E veja também a explicação de como ele põe em prática seu sistema.

Aliás, no grupo de discussãoGTD - A arte de fazer acontecer é possível ver como as pessoas usam várias ferramentas e metodologias para dar contado recado. A Cynthia, por exemplo, saiu dos trilhos, mas retomou o GTD e conseguiu ter a mente clara como água novamente...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...