Próxima Ação?

Parece óbvio, simples, lá vai uma dica: Sempre procure identificar claramente qual o próximo passo que precisa ser executado para atingir determinado objetivo.

Exemplo: "Fazer um omelete hoje à noite". Isso é o resultado positivo que você espera acontecer. Para que dê certo, na verdade, a Próxima Ação física é: "ligar para casa, perguntar se tem ovos na geladeira".

A Coleta

Tenho notado que quando as pessoas leêm algo relacionado a GTD que sai na Mídia, elas acabam se confundindo, achando que é pra fazer uma lista de tudo o que se tem a fazer. GTD não é só fazer listas, tem a ver com atitudes: a metodologia é composta por cinco fases: COLETAR -PROCESSAR - ORGANIZAR - REVISAR - FAZER.

O processo de coleta é o primeiro passo e é disso falo sucintamente hoje. Antes de sair fazendo uma lista de tarefas à fazer, você precisa "desafogar" a mente: tirar de sua cabeça tudo o que você considera incompleto ou que precise de atenção.

A explicação para isso é que temos tanta coisa por fazer que muitas vezes nosso cerébro nos manda recados quando não podemos agir sobre o assunto, mas ele, o pensamento, fica ali, latente, piscando, acendendo uma luzinha, dizendo que há algo pendente e não nos deixa descansar enquanto não tomamos alguma providência.

Segundo está escrito na orelha do livro:
"A premissa de Allen é simples: nossa capacidade de ser produtivos é diretamente proporcional à nossa capacidade de relaxar. Só quando nossas mentes estão claras e nossos pensamentos organizados é que podemos atingir a produtividade sem estresse e liberar o nosso potencial criativo."
Para darmos o primeiro passo para ter a "mente clara como água" - outro termo que ele usa - é preciso passar pela fase da coleta, que se divide em física e mental. Para fazer a coleta mental, saia anotando tudo o que você tem à fazer e tudo o que vier à tona: compromissos, preocupações, idéias, lembretes, tarefas, planos, projetos... sem se importar se é besteira, importante, urgente ou não. Procure anotar cada coisa em uma folha de papel. A grande mágica é que só depois você vai decidir o que fazer com cada coisa, se é que há alguma coisa a fazer, rs - Vixe, quanta "coisa"!

O livro traduzido - onde encontrar? (PARTE 2)

Pessoal, o feriadão se foi e voltamos à vida real, contando os dias para o próximo Carnaval...

Depois que escrevi o post abaixo tive uma grata surpresa: uma leitora que se identificou como Sílvia contou que o livro foi re-impresso em português! Puxa! Uau! Meu lobby funcionou! Para não dizerem que estou convencido à toa, vou contar como fiquei conhecendo o GTD:

Em Agosto de 2004 eu li na internet um artigo sobre organização pessoal com o palm e lá citava Getting Things Done. Depois que varri a web pesquisando (em inglês), eu quis saber se o livro já havia sido traduzido. Procurei pelo nome do autor e descobri "Produtividade Pessoal". Mas não encontrava em lugar nenhum pra comprar. Então fiz uma verdadeira campanha em busca de um exemplar:
Comecei pelas livrarias da minha cidade; depois visitei todas as livrarias on-line que eu conhecia. Percebi - e é até lógico - que muitas lojas virtuais não mantém em estoque tudo que está no catálogo. Dependendo do que for, funciona just in time: Eles contatam o fornecedor logo depois que a gente fecha a compra!
Pedi a amigos que moram em outras cidades para procurarem em livrarias e sebos; pedi ajuda no orkut, fóruns e listas de discussão que participo. Pedi também que eles mandassem e-mail para a Campus solicitando a reimpressão (não sei quantos fizeram isso, se fizeram...)

Fatos curiosos: Lembro bem que na editora o título estava esgotado e eles não tinham previsão (leia-se interesse) para reimprimir. Então mandei outro e-mail explicando que o GTD tinha repercussão internacional, e que, no Brasil, se o livro não foi um sucesso, foi por deficiência no marketing/ divulgação. Também chamei a atenção para alguns aspectos da tradução...
Quando eu perguntava às livrarias on-line, algumas entravam em contato com a editora para ver se tinha o livro disponível, ou seja: houve um aparente aumento da demanda pelo livro.

Então, graças a uma boa alma no orkut, o livro chegou em dezembro, li, implementei o sistema e criei uma comunidade lá. Em junho/2005, iniciei este blog. Em seguida, a mídia brasileira começou a se interessar pelo GTD e tal... Agora, todos podem encontrar o livro disponível no Brasil, em várias lojas físicas ou online!

Para efeito de comparação:

Título em Inglês:
Título Versão Brasileira de 2001:
Título Versão Brasileira Setembro/2005:

Bom, a editora trocou a capa, botou um título mais bonitinho e "lançou" o livro!!! .... Gostaria de saber se também fizeram uma revisão na tradução do conteúdo. A propósito, hoje é meu aniversário...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...