Dobrando pocketmods em 30 segundos, com auxílio da língua





Muita gente conhece os práticos e versáteis pocketmods . Como falei no texto anterior, estou até usando um para auxiliar minha memória RAM... Mas venho percebendo nas conversações da lista de discussão GTDbr que algumas pessoas se atrapalham na hora de dobrar o dito cujo!

Diante disso, resolvi fazer um passo-a-passo e explicar como fazer a dobradura em menos de 30 segundos, com auxílio da língua!

Veja as fotos no meu Flickr, se vire nos trinta e diga se aqui se conseguiu fazer também.

Sinal de Vida


DSC00060
Originally uploaded by urbansheep.
Voltei! : )
De novembro para cá andei meio sumido do blog e da lista de discussão... Fim de ano geralmente é corre-corre para todo mundo, independente de quão organizada a pessoa seja. No meu caso, além da cota normal de trabalho extra desta época (na empresa e na universidade onde sou analista), surgiram uma série de coisas, uma seguida da outra: fui convidado para fazer três palestras em instituições diferentes - a última foi terça, dia 12, num Fórum sobre a Reforma do Estado Brasileiro; também surgiu uma oportunidade relâmpago de fazer a seleção para um mestrado em Ciências Socias (já saiu o resultado, não passei - ainda não chegou minha hora). Este fim de semana tive aula (como aluno) em um curso de atualização em metodologia científica e... agora só falta corrigir/opinar a sobre monografia de uma amiga. Só então acabarão meus "compromissos intelectuais" do ano. Ufa!

Nesse período conturbado, minha caixa de entrada (física) cresceu assustadoramente e transbordou. Mas não digo que saí dos trilhos. O palm continuou fiel companheiro. Ahhh! Substituí o bloquinho de anotações tipo "hipster pda" por folhas de papel em branco, dobrados no estilo pocketmod. Tenho usado vários deles, ao longo do dia, para fazer anotações rápidas e descartáveis, pequenos lembretes que serão úteis logo em seguida, etc... Na verdade, esses bloquinhos tem sido minha "Memória RAM". Entenderam o que quero dizer?

52 Princípios - Gerencie sua mente, não seu tempo

Já se sabe que o outro livro de David Allen - “Ready for Anything: 52 Productivity Principles for Work and Life“ - foi traduzido para português e tem até gente lendo.
Eu recomendo que se leia primeiro o primeiro : )
Os 52 princípios foram escritos depois, para complementar e reforçar o livro "A arte de fazer acontecer", onde a metodologia está descrita passo-a-passo. Melhor não colocar a carroça à frente do boi...
Se eu tiver que dar um conselho a quem estiver começando a leitura, eu diria: PERMITA-SE SER INFLUENCIADO(a)

Assim eu fico vermelho...

Por essa eu não esperava: alguém aqui de Jequié - Joe Edman tomou conhecimento de "A arte de fazer acontecer" esta semana , já se mostrou empolgado e me chamou à responsabilidade!

Joe, você encontrará muita coisa aqui no blog e no grupo de discussão..., mas como você mesmo sabe, não há nada como beber direto da fonte! Vale a pena ler o livro...
Se quiser sentar e bater um papo, é só falar!

---------------------
Vejam também: Rodrigo Stulzer mostra sua saga com a implementação do GTD; Rodrigo Maués, que está preparando um mapa mental sobre o assunto; e Chico Ary, que relacionou vários links.

Vaquinha no ambiente de trabalho

Sempre fui a favor de utilizar os recursos disponíveis da melhor forma possível. Existem alguns serviços na internet que podem ser bastante úteis para compartilhar informações em grupos de trabalho.

Por exemplo, a cerca de dois meses também estou atuando como analista universitário na UESB... No setor onde trabalho existem várias solicitações, que chamaremos de processos. Ao longo do fluxo de trabalho, cada processo (ou projeto, se pensarmos in GTD terms) passa por cinco etapas.

Desde que cheguei, fizemos um levantamento de todos os processos em andamento e identificamos em qual etapa cada um está, inclusive levando em consideração o conceito de  próxima ação.  Agora temos uma visão real do todo, que vai possibilitar uma melhor divisão de tarefas e aumento da produtividade. A dica: estamos usando A Vaquinha (*) para compartilhar as listas entre as quatro pessoas do setor. O uso de tags (marcadores) de contexto e de identificação ainda permite a criação de listas inteligentes, baseadas em critérios escolhidos ad hoc. A idéia é que, à medida que o trabalho for sendo feito, a Vaquinha vá sendo atualizada, para que tenhamos sempre um extrato atualizado de como andam as coisas...

Para completar, incentivei o uso do Del.icio.us e ainda criamos e estamos alimentando uma planilha no Google Docs.

------------------------
* Também conhecida como Remember The Milk

Iniciação científica - o que vem depois

Vale a pena refletir sobre um texto disponível no Rabiscos Econômicos e replicado pelo pessoal do  Gustibus...  onde comenta-se que um aluno não pôde inscrever num seminário de iniciação científica uma pesquisa que ele próprio havia desenvolvido. Philipe disse:
Bom, eu apresento outra triste realidade que acontece pós-formatura: se você não estiver amparado por uma instituição, ser um pesquisador independente, tudo fica mais difícil.  
 
Eu senti isso na pele, quando era recém-formado e tive a oportunidade de integrar uma equipe técnica na elaboração de um projeto. Minha contribuição ali era relevante, pois eu já havia feito um estudo sistemático sobre a comercialização de carne de bode em Jequié. Mas eu me sentia meio solto nessa equipe,  porque meu trabalho ali era voluntário e todos que os outros, com exceção de mim, estavam amparados por alguma instituição - prefeituras, agências de fomento, outras organizações...

Mais GTD em português


GTD
Originally uploaded by r_maues.
Deixo aqui registrado - reblog como dizem alguns - a dica de Tiago Bacciotti sobre como montar as listas GTD diretamente no brownser (internet explorer, firefox, etc).
Confesso que até hoje não sei lidar direito com essas coisas de wikis... mas achei esse programinha interessante!

Muito legal o fluxograma ao lado, feito pelo Rodrigo Rocha. E veja também a explicação de como ele põe em prática seu sistema.

Aliás, no grupo de discussãoGTD - A arte de fazer acontecer é possível ver como as pessoas usam várias ferramentas e metodologias para dar contado recado. A Cynthia, por exemplo, saiu dos trilhos, mas retomou o GTD e conseguiu ter a mente clara como água novamente...

Documentos Online

Para muitos não é novidade, mas considerando que boa parte dos que lerão isso aqui são meio desligados, aviso que existe a possibilidade de usar um editor de texto e uma planilha online. É como se fosse um Word e um Excel na internet!

O melhor de tudo é que pode-se usar recursos de colaboração, e, pasmem: várias pessoas podem editar o mesmo arquivo ao mesmo tempo! Se quiser, ainda pode-se deixar o arquivo disponível na internet para qualquer um ler... Pensaram nas possibilidades?

Estou falando do Writely e do Google Spreadsheets, mas existem outras opções, como o Thinkfree

Então, alguém quer testar escrever um texto junto comigo?

-------------------

Outras referências: Webinsider - Info Online - Thalis Valle

Evite o Método da Vaca Louca


Vaca (louca?)
Originally uploaded by heltonbiker.
O "MÉTODO DA VACA-LOUCA foi batizado por mim (risos), mas não fui eu quem criou e a muito tempo deixei de usar. Consiste basicamente em começar uma atividade, largar pela metade enquanto se começa outra e depois esquece-se completamente daquilo que estava fazendo antes.

Explico: Você tem uma dezena de pendências para resolver. Estes problemas são resolvidos no computador, acessando o Sistema de Informação da Organização. Todos tem o mesmo grau de urgência e importância e cada um levaria entre 5 a 10 minutos para ser resolvido. Então você começa resolvendo o primeiro, conclui e passa para o segundo e assim por diante. Quando chega na sexta tarefa, você percebe que para resolvê-la precisa entrar em consenso com outras 3 pessoas de outros setores, e sabe que não vai ser fácil, pois cada pessoa vai querer defender uma informação diferente.

Neste caso, o mais lógico seria você pular para a sétima tarefa e deixar a que demanda maior esforço por último. Mas a reação que você costuma ter é parar tudo para resolver a sexta pendência. Resultado: vocês não chegam a um consenso nem depois de uma hora de discussão. E o pior: em seguida, você já dispersa para outras atividades, deixando para trás aquelas 4 tarefas restantes que levariam 20 minutos para serem resolvidas!




Balancete 20/08/2006

Eu guardo minhas listas no Tarefas do palm. Hoje elas estão assim: 68 Projetos, 132 @Póximas Ações e 151 @Algum Dia/Talvez. No Memos, tenho uma categoria "@Ler/Revisar" onde costumo copiar e colar alguns textos da internet para ler depois, on-the-road.

As tarefas que estão no e-mail geralmente não estão no palm. No e-mail, estou assim: 136 e-mails marcados com @Ação;145 @Algum Dia/Talvez e 293 são e-mails que eu separei para @Ler/Revisar.

O palm está relativamente atualizado, mas o e-mail precisa de uma boa REVISÃO!

"Lançamento" do TX no Brasil: a repercussão

Sabe-se que depois de quase um ano de atraso em relação ao resto do mundo, "lançaram" o TX oficialmente aqui em terra tupiniquim. Os menos desavisados sabiam que o referido pda estava disponibilizado para venda por telefone pela Palm do Brasil desde o fim do ano passado.

Muita gente, como a Bia Kunze, reclama (com razão) das pisadas na bola que a Palm dá.

Eu só acho um pouco demais quando dizem que o TX é mais avançado que o Lifedrive. A Sandra Carvalho falou e o Augusto da Efetividade.net ajudou a divulgar que o TX "(...) é um clone, à primeira vista bem melhorado, do problemático LifeDrive, até recentemente o modelo mais avançado da empresa na linha de handhelds. (...)" . Discordo. O LifeDrive tem seus problemas, mas quem conhece sabe que a má fama é maior que o fato...

Na verdade, o TX é um LifeDrive sem 4 GB, sem microfone e sem sincronizar pastas inteiras com o PC.

Eu sei que o TX é um ótimo custo/Benefício. Mas o que me levou a optar pelo LifeDrive, quando troquei de palm no início deste ano (2006) foi mesmo o custo de oportunidade!

Fotos no Flickr

Faz tempo que venho tirando fotos para ilustrar alguns artigos que algum dia (ops! Em breve!) serão publicados aqui. Mas a interação no grupo GTDbr anda tão a passos largos, que às vezes sinto necessidade de mostrar alguma coisa antes que o artigo esteja pronto para subir ao blog. Portanto, ao lembrar como e porque isso aqui começou , decidi colocar algumas imagens no Flickr.

Bloquinho de Anotações

No palm, no Memos, tenho uma categoria chamada "Inbox". Sempre que surge um pensamento, um recado, uma informação, é lá que eu escrevo. Só depois, quando tenho tempo, analiso direito o que eu anotei e encaminho para lugar certo: Calendário, Tarefas, Contatos, etc.


Mas quando não dá tenho abrir o palm, então uso esse bloquinho! Faz parte do meu KIT GTD.

Trivialidades

Eu estava fazendo o backup do LifeDrive apenas para o cartão de memória com o Resco Explorer e às vezes, com o UniCmd. Mas na última semana não consegui mais fazer cópia dos dados assim - deve ser algum arquivo corrompido - então, para não acontecer outra fatalidade, reinstalei ontem o Palmdesktop. Agora só falta ir colocado os programas de palm para PC aos poucos...

Faz dois meses que mandei formatar o computador e ainda não re-instalei tudo que preciso e uso e os programas novos que quero usar. Também era pra ter feito um upgrade de memória. Ando pensando seriamente que 256MB de memória RAM me limita muito!

Fidelidade X Lealdade


Já li por aí que é melhor pautar os relacionamentos em lealdade do que em fidelidade. Qual a diferença? Achei curioso e fui pesquisar:

Lealdade é ter franqueza, sinceridade; enquanto fidelidade é a exatidão em cumprir suas obrigações, em executar suas promessas: jurar fidelidade.

Interessante isso, não é? Na amizade, na profissão, na vida em geral, parece claro que a primeira situação é a mais adequada. Mas quando o assunto é o coração...

Em relacionamentos pautados na fidelidade, trair é pular a cerca. Se um pula e não conta, o outro lado não saberá que o pacto foi quebrado e o protagonista apenas carregará o peso na consciência. Se o fardo for grande para carregar só, confessar vai transferir parte da carga para quem não esperava carregar esse panacum.

Já naqueles relacionamentos onde a lealdade é o lastro, trair é esconder que foi comer em outros pastos! Estaríamos prontos para assumir os riscos e lidar com as consequências que podem advir de ser leal?

O que eu quero dizer, com pensamentos dispersos além das curvas, é que, talvez sinceridade e fidelidade sejam incompatíveis!

  1. Comentem aí, a caixa de comentários é pra vocês.
  2. Em seguida se inscrevam aqui: é grátis!

Ando meio sumido

Pessoal, ando meio sumido porque, além do corre-corre, ando com problemas na conexão...
Calma, que logo logo vem novidade por aí.
Aproveitando o ensejo, tem passado uma propaganda de carro interessantíssima na TV. O Comercial diz assim: "Dirigir é como viver: Você escolhe o caminho. Aproveita o momento"

Me perdi nos prazos...

Fiquei com uma sensação ruim, porque deixei passar dois prazos... simplesmente esqueci! Graças à Deus não era nada muito importante, ou que causasse estragos.

Vejam só, com bastante antecedência eu já havia decidido que queria:

=> Me inscrever em um curso cuja inscrição era gratuita até 01/05.

=> Dar baixa em uns documentos pela internet - a data limite era 30/04.

Eu anotei os dois projetos na lista de projetos e as próximas ações nas listas de próximas ações - como reza a cartilha.
Como não eram coisas urgentes e o prazo final ainda estava longe, não priorizei estes, apesar de ter realizado algumas próximas ações caminhando para a conclusão. Chegou o fim de semana, feriados e eu simplesmente me passei dos prazos!

Minhas falhas:
  • Não revisei/ olhei as listas de próximas ações, senão eu teria lembrado. O correto é passar os olhos pelas listas várias vezes ao dia
  • Eu devia ter anotado um lembrete no calendário, informado no dia, as datas-limite (isso porque optei por enquanto não implementar o tickler file - aquelas 43 pastas)

Desenvolvimento Pessoal e Profissional

Este texto é uma atualização de um e-mail que escrevi em novembro de 2004 e compartilhei com alguns amigos. É uma coleção de links: eu queria reunir num lugar algumas coisas que tenho lido, e, de certa forma, praticado.

A minha receita básica para o desenvolvimento pessoal e profissional é:
AUTO-CONHECIMENTO, GARRA e ESTRATÉGIA.
Auto-conhecimento para ter noção das próprias potencialidades, do que é preciso melhorar, e de onde se quer chegar; estratégia para atingir os objetivos, e; garra para persegui-los.

A coisa funciona apartir de reflexão e mudança de postura. Para começar, indico a leitura de dois livros que se complementam, e posso dizer que testei, aprovei e uso! O primeiro vai te ajudar a descobrir o quê realmente importa para você, e o outro vai te ensinar como "tornar as coisas feitas". Também indico um livro-jogo que auxilia no processo de auto-conhecimento.

É interessante ler primeiro "
Os sete hábitos das pessoas altamente eficazes", de Sthepen Covey.

Em seguida, vale a pena conferir "
A Arte de Fazer Acontecer", de David Allen, editora Campus.

Recomendo também "
O Jogo do Eu", de Rubens Dutra e Silva - é uma brincadeira na qual você testa a si mesmo, conhecendo-se melhor e descobrindo seus limites e potencialidades.

para ler na internet, também selecionei muita coisa boa, escrita por José Luis Amâncio, Renato Fridschtein, Michel Lent, Roberto Shinyashiki, Luis Tejon e outros. Um ou outro texto pode parecer direcionado a uma profissão específica, mas na verdade se aplica a muitas situações. Identifique a contribuição de cada texto, leia as entrelinhas... Basta ir clicando...

Obs: Para ler os artigos com asterisco (*), primeiro é preciso se cadastrar no
site de Shinyashiki.

Para motivar e pegar o tchan da coisa:

Um dia na vida de um campeão*
Não deixe seus sonhos na gaveta*
Aonde você quer chegar? Estabeleça seus objetivos
O Poder das Pequenas vitórias
Coaching para iniciantes
Um planejamento estratégico minimalista
Viva para o aprendizado*
O que nasce primeiro, a solução ou o problema?
Faça dos problemas o momento de sua virada*


Sobre a realidade atual do mercado de trabalho:

Quem disse que era uma meritocracia?
A incrível arte de produzir salários
O que eu sei é que existem infinitas e incomensuráveis coisas que eu não sei

Sobre planejamento de carreira,

Gerenciamento da carreira e outras coisas - Curso on-line e gratuito da Revista Você S.A.
Dê um refresh em seu cache mental
Mapeamento da carreira, vai encarar?
Planejar a carreira é crucial - reportagem do site universiabrasil

Se você tem tendência à procastinação, vale a pena ler:

Organização pessoal: quando o homem empaca
Algumas dicas para a administração do tempo
Pequenas ações para usar melhor o tempo
Administração do tempo - Eduardo Chaves

E, por fim, duas parábolas:

O velho, o menino e o burro
O elefante e a estaca

Bom, é isso. Fazendo a parte que nos cabe e entregando a Deus, ele cuidará de mover as circunstâncias a nosso favor. Eu gastei um tempo montando isso aqui e espero que você invista um tempo lendo...



Enoch Filho, abril de 2006
http://alemdascurvas.com

O Porco e o Cavalo


Como qualquer pessoa normal que tem mais o que fazer, de cada 100 e-mails que recebo com poeminhas, mensagens fru-frus e coisa do tipo, leio apenas um ou dois, aleatóriamente. Dessas, achei bem interessante a mensagem que reproduzo abaixo - retrata o que acontece em muitos ambientes de trabalho. Daria uma boa discussão...

--------------------------------------------------------------------------------
O Porco e o Cavalo
. .Autor desconhecido?


Um fazendeiro colecionava cavalos e só faltava uma determinada raça. Um dia ele descobriu que o seu vizinho tinha este determinado cavalo. Assim, ele atazanou seu vizinho até conseguir comprá-lo. Um mês depois o cavalo adoeceu, e ele chamou o veterinário :


- Bem, seu cavalo está com uma virose, é preciso tomar este medicamento durante 3 dias, no terceiro dia eu retornarei e caso ele não esteja melhor, será necessário sacrificá-lo.


Neste momento, o porco escutava toda a conversa.
No dia seguinte deram o medicamento e foram embora.
O porco se aproximou do cavalo e disse :
- Força amigo ! Levanta daí, senão você será sacrificado !


No segundo dia, deram o medicamento e foram embora.
O porco se aproximou do cavalo e disse :
- Vamos lá amigão, levanta senão você vai morrer ! Vamos lá, eu te ajudo a levantar.


No terceiro dia deram o medicamento e o veterinário disse :
- Infelizmente, vamos ter que sacrificá-lo amanhã, pois a virose pode
contaminar os outros cavalos.


Quando foram embora, o porco se aproximou do cavalo e disse :
- Cara, é agora ou nunca, levanta logo ! Coragem ! Upa ! Upa ! Isso,
devagar. Ótimo, agora mais depressa...
Fantástico ! Corre, corre mais. Você venceu, Campeão !


Então, de repente o dono chegou, viu o cavalo correndo no campo e gritou:
- Milagre ! O cavalo melhorou. Isso merece uma festa... "Vamos matar o porco !"


Isso acontece com freqüência no ambiente de trabalho.
Muitos não percebem quem tem o mérito pelo sucesso.
Saber viver sem ser reconhecido é uma arte.
Se algum dia alguém lhe disser que seu trabalho não é o de um profissional, lembre-se :
Amadores construíram a Arca de Noé e profissionais, o Titanic.
Procure ser uma pessoa de valor, em vez de ser uma pessoa de sucesso.
E AI O QUE VOCÊ ACHA?
------------------------------------------------------------------------------------------------

Próxima Ação?

Parece óbvio, simples, lá vai uma dica: Sempre procure identificar claramente qual o próximo passo que precisa ser executado para atingir determinado objetivo.

Exemplo: "Fazer um omelete hoje à noite". Isso é o resultado positivo que você espera acontecer. Para que dê certo, na verdade, a Próxima Ação física é: "ligar para casa, perguntar se tem ovos na geladeira".

A Coleta

Tenho notado que quando as pessoas leêm algo relacionado a GTD que sai na Mídia, elas acabam se confundindo, achando que é pra fazer uma lista de tudo o que se tem a fazer. GTD não é só fazer listas, tem a ver com atitudes: a metodologia é composta por cinco fases: COLETAR -PROCESSAR - ORGANIZAR - REVISAR - FAZER.

O processo de coleta é o primeiro passo e é disso falo sucintamente hoje. Antes de sair fazendo uma lista de tarefas à fazer, você precisa "desafogar" a mente: tirar de sua cabeça tudo o que você considera incompleto ou que precise de atenção.

A explicação para isso é que temos tanta coisa por fazer que muitas vezes nosso cerébro nos manda recados quando não podemos agir sobre o assunto, mas ele, o pensamento, fica ali, latente, piscando, acendendo uma luzinha, dizendo que há algo pendente e não nos deixa descansar enquanto não tomamos alguma providência.

Segundo está escrito na orelha do livro:
"A premissa de Allen é simples: nossa capacidade de ser produtivos é diretamente proporcional à nossa capacidade de relaxar. Só quando nossas mentes estão claras e nossos pensamentos organizados é que podemos atingir a produtividade sem estresse e liberar o nosso potencial criativo."
Para darmos o primeiro passo para ter a "mente clara como água" - outro termo que ele usa - é preciso passar pela fase da coleta, que se divide em física e mental. Para fazer a coleta mental, saia anotando tudo o que você tem à fazer e tudo o que vier à tona: compromissos, preocupações, idéias, lembretes, tarefas, planos, projetos... sem se importar se é besteira, importante, urgente ou não. Procure anotar cada coisa em uma folha de papel. A grande mágica é que só depois você vai decidir o que fazer com cada coisa, se é que há alguma coisa a fazer, rs - Vixe, quanta "coisa"!

O livro traduzido - onde encontrar? (PARTE 2)

Pessoal, o feriadão se foi e voltamos à vida real, contando os dias para o próximo Carnaval...

Depois que escrevi o post abaixo tive uma grata surpresa: uma leitora que se identificou como Sílvia contou que o livro foi re-impresso em português! Puxa! Uau! Meu lobby funcionou! Para não dizerem que estou convencido à toa, vou contar como fiquei conhecendo o GTD:

Em Agosto de 2004 eu li na internet um artigo sobre organização pessoal com o palm e lá citava Getting Things Done. Depois que varri a web pesquisando (em inglês), eu quis saber se o livro já havia sido traduzido. Procurei pelo nome do autor e descobri "Produtividade Pessoal". Mas não encontrava em lugar nenhum pra comprar. Então fiz uma verdadeira campanha em busca de um exemplar:
Comecei pelas livrarias da minha cidade; depois visitei todas as livrarias on-line que eu conhecia. Percebi - e é até lógico - que muitas lojas virtuais não mantém em estoque tudo que está no catálogo. Dependendo do que for, funciona just in time: Eles contatam o fornecedor logo depois que a gente fecha a compra!
Pedi a amigos que moram em outras cidades para procurarem em livrarias e sebos; pedi ajuda no orkut, fóruns e listas de discussão que participo. Pedi também que eles mandassem e-mail para a Campus solicitando a reimpressão (não sei quantos fizeram isso, se fizeram...)

Fatos curiosos: Lembro bem que na editora o título estava esgotado e eles não tinham previsão (leia-se interesse) para reimprimir. Então mandei outro e-mail explicando que o GTD tinha repercussão internacional, e que, no Brasil, se o livro não foi um sucesso, foi por deficiência no marketing/ divulgação. Também chamei a atenção para alguns aspectos da tradução...
Quando eu perguntava às livrarias on-line, algumas entravam em contato com a editora para ver se tinha o livro disponível, ou seja: houve um aparente aumento da demanda pelo livro.

Então, graças a uma boa alma no orkut, o livro chegou em dezembro, li, implementei o sistema e criei uma comunidade lá. Em junho/2005, iniciei este blog. Em seguida, a mídia brasileira começou a se interessar pelo GTD e tal... Agora, todos podem encontrar o livro disponível no Brasil, em várias lojas físicas ou online!

Para efeito de comparação:

Título em Inglês:
Título Versão Brasileira de 2001:
Título Versão Brasileira Setembro/2005:

Bom, a editora trocou a capa, botou um título mais bonitinho e "lançou" o livro!!! .... Gostaria de saber se também fizeram uma revisão na tradução do conteúdo. A propósito, hoje é meu aniversário...

O livro traduzido - onde encontrar?

Uma coisa tenho certeza: você pode pesquisar, ler blogs, sites, reportagens e resumos sobre o assunto, mas nada se compara a beber na fonte: ler o livro inteiro para tirar suas conclusões e montar seu sistema.

Pessoal, sabemos que o livro está esgotado na editora e não há previsão para reimpressão. Achar um volume por aí é super difícil. O meu, consegui graças à rede social Orkut - mas a tal livraria que me indicaram já vendeu todos os exemplares.

Mas não fiquem tristes! Na FastBR tem alguns exemplares: Produtividade Pessoal - A Arte de Trabalhar sem Stress.

Ah! Se alguém souber de mais algum lugar onde é possível encontrar, fala aí que eu posto cá!

Dicas Tilibra, quem lembra?


Lá pelos idos anos 90 do século passado (nem faz tanto tempo assim, rs) a Tilibra, além de vender cadernos, prestava orientação a estudantes e pessoas em geral. Recebíamos pelo correio dicas de Como Ser Eficiente, Como Estudar, Como Escrever Melhor, Como Falar Melhor, Como ser Criativo, Como Fazer Acontecer, entre outras coisas.

Acho que foi nessa época que comecei a me interessar por produtividade pessoal e comecei a ler sobre procrastinação. Aprendi que organização pessoal começa com mesa limpa, mas às vezes eu falo: faça o que eu digo...

Recomendo as Dicas Tilibra

Notícias Recentes

Olá pessoal, já estamos em 2006!
Quero avisar que já troquei de palm - agora estou de LifeDrive - foi um upgrade e tanto! Mais tarde farei uns comentários... Ah! Também descobri um lugar onde tem exemplares do livro GTD em português: aguardem que ainda esta semana eu dou a dica.

Pergunta para o anônimo do post anterior: Já ouvi falar do "Ready for Anything", mas ainda não tive a oportunidade de ler. Como (ou até que ponto) você implementa o GTD?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...