Será que meu palm morreu?!

Hoje de manhã meu Tungsten E, do nada, resetou, entrou na tela inicial com o logo da palm e não sai de lá. Nem tive tempo de me desesperar, pois essas duas últimas semanas tem sido de corre-corre - hoje à tarde eu ministro uma oficina sobre o currículo Lattes para os colegas professores e saio de lá direto para dar aula de Teoria Econômica.

E o pior: faz muito tempo que não sincronizo as informações com o computador...

Update 23/11/2005:

O palm ficou lá, paradão, e no dia seguinte, quando a bateria acabou, todas as informações dos últimos quatro meses foram perdidas. Sim, isso mesmo: a última vez que fiz backup foi no final de julho. O meu perfil de usuário do windows se corrompeu, e eu teria que criar outro e reinstalar o Palmdesktop, mas fiquei enrolando até o leite derramar.
Como eu disse, nem tive tempo de chorar o leite derramado. E... já que praticamente tive que recomeçar do zero, aproveitei para fazer uma faxina:

* Criei novo perfil de usuário no windows, reinstalei o Palmdesktop, recuperei do último backup, apenas as informações do PIM.
* Aproveitei para atualizar muitos programas e só coloquei aqueles que realmente serão úteis para mim
* Passei a usar um programa que faz backup da RAM para o cartão.
* As minhas listas de "próximas ações" estavam no Tarefas + Bonsai e perdi tudo. O pouco que sobrou está desatualizado. Preciso urgentemente scannear minha mente para colocar o sistema GTD nos eixos de novo. Por enquanto estou me virando com papeizinhos soltos...
* Agora eu procuro deixar todos os documentos e bd's no cartão SD
* O meu T|E já tem dois anos de trabalho pesado e constante. Estou louco de vontade de trocar de palm - provavelmente será um Tungsten TX no início do ano que vem.
* Continuo acreditando e confiando na tecnologia. Afinal, o erro foi meu...

Pera aí que eu volta já

Desculpem o tempo sem posts novos...
Logo logo eu retomarei as atividades...

Apenas dois minutinhos...

Alguém já ouviu falar da "Regra dos Dois Minutos"?!

Update:
Então... é tão simples que muitos de nós nunca paramos para pensar nisso.
Vocês já perceberam quanta coisa miúda chega diariamente às nossas mãos, para concluirmos, e que muitas delas podem ser feitas imediatamente, mas sempre deixamos para mais tarde? Assim vamos amontoando pequenos afazeres e tarefas que mais cedo ou mais tarde ficarão impossíveis de serem realizados, causando um certo desconforto por causa de tanta pendência, muitas até sem importância.

A "regra dos dois minutos" diz que tudo que você tiver que fazer, e puder ser feito neste intervalo de tempo, mesmo que o ítem não seja urgente, faça logo, não deixe pra depois.

Se for um e-mail que exija apenas uma leitura rápida de 30 segundos e uma resposta rápida, faça logo. Se chegou algum catálogo pelo correio e você puder folhear em apenas um ou dois minutos, para verificar se tem algo interessante, faça isso e depois jogue-o fora, redirecione para alguma ação que queira fazer ou guarde como material de referência.

===============================

Off1: Ah! estou preparando um post sobre como arquivar material de referência, mas não sei se fica pronto nesta quarta. Às vezes queremos guardar coisas que não sabemos exatamente como nem quando, mas que podem ser úteis algum dia. Onde guardar e deixá-las facilmente acháveis depois?

Off2: Vou tentar postar mais vezes durante a semana. Isso aqui tá parecendo um manual, mas o objetivo não é esse...

Na Mídia: "Mente Tranquila"

Final do mês passado (29/09/2005) saiu uma reportagem sobre GTD no Jornal Folha de São Paulo e eu fui um dos entrevistados, além do próprio David Allen e do coach Antônio Azevedo, do Rio. Creio que muitos estão chegando a este blog por causa da matéria. Mas de qualquer forma, estou avisando àqueles que vieram por outras vias...

=> Caderno Folha Equilíbrio/ Seção "Comportamento"
Matéria: Projeto "mente tranqüila" (Método criado por ex-hippie vira mania entre "workaholics" estressados e desorganizados em geral )

Achei muito pertinente o título que o jornalista usou, e gostei também das referências a estressados e/ou a gente desorganizada. Vou logo dizendo que eu me considero como parte do segundo grupo - minha busca é justamente por tentar "domar" o caos (risos).

Caso você não encontre o jornal impresso, para ler on-line, se você é assinante Folha ou UOL, clique AQUI! Se não for, veja o texto na minha página do Multiply.

Mas, o que é mesmo esse tal de GTD?


Pessoal, lembram que prometi colocar aqui a tradução do conceito e explicação resumida, escrita pelo próprio autor, com o intuito de dirimir dúvidas e ambiguidades sobre o que vem a ser o método "Getting Things Done"? Pois bem: graças à colaboração de Valdemir Fernandes, de Guarulhos/ SP, coloco aqui a texto em versão português-brasileiro:

--------------------------------------------------------------------------
O QUE É GTD ?
A definição de "Getting Things Done", por David Allen

GTD é abreviatura para Getting Things Done , o sistema revolucionário de organização demonstrado no livro de David Allen que transforma as preocupações e sobrecargas pessoais em um sistema integrado de produtividade e eliminação do estresse.

Após comandar um seminário de produtividade para vários gerentes na empresa Lockheed nos Estados Unidos em 1983, David continuou a testar e a refinar as técnicas e princípios que agora conhecemos como GTD – um método poderoso para gerenciar compromissos, informações e comunicações. Este sistema pioneiro e comprovado é o resultado destes mais de 20 anos de consultorias, aconselhamentos (coaching) e programas organizacionais prestados por David para mais de meio milhão de pessoas em todo o mundo. O GTD tem merecidamente obtido seu reconhecimento como o sistema padrão na gestão pessoal e produtividade para muitas das melhores empresas e pessoas do mundo.

Sofisticado sem ser restritivo, a sutil eficácia do GTD se encontra na sua radical noção de bom senso que, aplicada a uma completa e atual lista de compromissos, organizados e revisados em uma maneira sistemática, permite a você focar as coisas mais claramente, ver o seu mundo de melhores ângulos e tomar decisões acertadas sobre o que fazer (e o que não fazer) em qualquer momento. O GTD compreende um método fácil, passo a passo e altamente eficiente para se conseguir bem-estar e produtividade. O sistema inclui:
  • Apreender qualquer coisa e tudo que tenha sua atenção;
  • Estabelecer atitudes e passos concretos para se obter resultados;
  • Organizar lembretes e informações de uma forma mais eficiente, em categorias, baseada em como e quando você precisa acessa-las novamente;
  • Manter-se atualizado e a postos através de revisões freqüentes dos 6 horizontes de seus compromissos (propósito, visão, metas, áreas de foco, projetos e próximas ações).
Adotando o GTD se obtêm alívio da pressão, instila-se confiança e libera-se um fluxo de energia criativa. Ele estabelece uma estrutura sem criar restrições, gerenciando-se detalhes com a máxima flexibilidade. O sistema é rigorosamente compatível com os princípios básicos de produtividade ao passo que permite uma grande liberdade no como fazer. O único caminho “certo” para se fazer GTD é fazer com que as coisas realmente importantes sejam feitas com verdadeiramente menos atenção e energia. Ao ajudar milhares de pessoas, onde elas trabalham, sobre seus trabalhos, o método GTD tem fornecido as melhores práticas de como trabalhar (e viver), na forma mais eficiente e produtiva.

A simplicidade, a flexibilidade e a rapidez são as atrações do GTD. Sua habilidade em estimular, esclarecer e fortalecer é a sua magia. Mas, o que vem a ser, realmente, GTD? Mais do que aquilo que os olhos podem ver...

Fonte: http://www.davidco.com/what_is_gtd.php
----------------------------------------------------------------------------------------

No Brasil, a metodologia está descrita no livro:

"A Arte de Fazer Acontecer - Uma Fórmula Anti-stress para Estabelecer Prioridades e Entregar Soluções no Prazo" (2005),

ou com o título:

"Produtividade Pessoal - A arte da produtividade sem stress" (2001).

Ambos são a tradução do livro "Getting Things Done - The art of stress-free productivity".

Saiba mais lendo: Projeto "mente tranquila"

--------------------------------------------------
Atualizado em maio de 2007: inseri os nomes dos livros traduzidos e link para a reportagem "Projeto Mente Tranquila"

Atualizado em março de 2007: inseri uma imagem da capa do livro traduzido, relançado com novo nome - A Arte de Fazer Acontecer.
Aproveite e veja também onde encontra-lo, e por quanto: Já Cotei!

Lembra de já ter me visto fazendo?

Quem me conhece dos tempos do colégio, da faculdade ou da pós, já me viu fazer tal coisa diversas vezes. Até mesmo quem nunca estudou comigo pode ter presenciado em algum momento.

Em 1994, li um livreto que ensinava como dar os primeiros passos, e venho fazendo uso desde então...
Hoje já está mais divulgado, muita gente faz em público mesmo, e se alguém pegar outra pessoa "praticando" vai até achar normal, mas quando eu comecei, muitas pessoas olhavam torto...


Mas... para quê usar Mapas Mentais?

Para ajudar a estruturar o pensamento, criar listas, roteiros, fazer brainstorm, anotações, etc. Inclusive, esta técnica é uma das ferramentas sugeridas por David Allen para se planejar/ traçar projetos. Se você ainda precisa de mais motivos, sugiro ler ESTE artigo que está no site Mapas Mentais.

Usando as palavras de Beatriz, a garota sem fio, "Mind Mapping é uma técnica de memorização, não linear, criada por Tony Buzan e utilizada por milhares de pessoas para melhor gerenciar sua vida estudantil, profissional ou acadêmica". Leia o que ela diz AQUI.

The Wind of Change

Ai ai. Vem mudanças por aí. Um novo recomeço no mesmo lugar.
Que Deus nos faça levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima.
Justamente porque eu me conheço um pouquinho, sei o tamanho da minha encrenca.

----------------------
Dica da Semana: Gerenciando Expectativas - como motivar sua equipe

O que é GTD? (em inglês)

Para evitar ambiguidades e confusões, o autor do GTD escreveu uma definição oficial e pediu que aqueles que se referissem à metodologia também pusessem o link da página onde ele próprio explica o que é. Eu prometi a vocês que iria traduzir mas preciso de ajuda com isso. Enquanto não consigo uma tradução para o português, abaixo eu transcrevo o texto em inglês:


What is GTD ?
The Definition of David Allen's Getthing Things Done

GTD is the popular shorthand for "Getting Things Done", the groundbreaking work-life management sytem and book by David Allen that transforms personal overwhelm and overload into an integrated system of stress-free productivity.

Piloting a productivity seminar for a thousand managers at Lockheed in 1983, David has continued to test and refine the techniques and principles we now know as GTD - a powerful method to manage commitments, information, and communication. This pioneering and proven system is the result of those twenty plus years of David's consulting, private coaching and organizational programs with over a half million people internationally. GTD has well earned its recognition as the gold standard in personal management and productivity for many of the world's best and brightest people and companies.

Sophisticated without being confining, the subtle effectiveness of GTD lies in its radically common sense notion that with a complete and current inventory of all your commitments , organized and reviewed in a systematic way, you can focus clearly, view your world from optimal angles and make trusted choices about what to do (and not do) at any moment. GTD embodies an easy, step-by-step and highly efficient method for achieving this relaxed , productive state. It includes:

  • Capturing anything and everything that has your attention
  • Defining actionable things discretely into outcomes and concrete next steps
  • Organizing reminders and information in the most streamlined way, in appropriate categories, based on how and when you need to access them
  • Keeping current and "on your game" with appropriately frequent reviews of the six horizons of your commitments (purpose, vision, goals, areas of focus, projects, and actions)

Implementing GTD alleviates the feeling of overwhelm, instills confidence, and releases a flood of creative energy. It provides structure without constraint, managing details with maximum flexibility. The system rigorously adheres to the core principles of productivity, while allowing tremendous freedom in the "how." The only "right" way to do GTD is getting meaningful things done with truly the least amount of invested attention and energy. Coaching thousands of people, where they work, about their work, has informed the GTD method with the best practices of how to work (and live), in that most efficient and productive way.

GTD's simplicity, flexibility, and immediacy are its attraction. Its ability to enliven, enlighten, and empower is its magic. What, indeed, is GTD? More than meets the eye...

Fonte: http://www.davidco.com/what_is_gtd.php

----------------------------------------------------


Resumão

Hoje eu queria postar aqui uma tradução da definição do GTD escrita pelo próprio David Allen. Mas como meu ingrêis tá meio brabo - eu até leio e ouço, mas traduzir é um parto - deve demorar mais alguns dias para ficar pronto.

Enquanto isso, deixo a dica do site do Coach Antonio Azevedo - a página versa sobre "PNL (Programação Neurolingüística) e outras ferramentas de mudança organizacional e comportamental". Aproveito para agradecer o feedback que ele deu no tópico abaixo.

No seu site, ele escreveu um artigo, onde fez uma espécie de "resumão" da metodologia GTD. Eu faria um pouco diferente, mas, mesmo assim, está de parabéns pela atitude. Enquanto o livro permanece fora de catálogo, esta é, pelo menos por enquanto, a explicação mais sistemática em português, disponível por aí...

Qualidade de Escolha

Lembram quando eu disse que agora tenho mais "qualidade de escolha"? Pois bem: consigo escolher melhor o que fazer em determinado momento, levando em consideração a quantidade de tempo que eu tenho disponível, o prazo de entrega, minha disposição (cansaço), o local ou contexto em que estou, etc. Vejam: quando eu decido fazer uma determinada coisa (assistir a um filme, por exemplo), eu sei exatamente o que eu deixei de fazer por ter escolhido aquela opção (terminar um relatório, esboçar uma planilha, ler um livro, preparar uma aula) e me sinto à vontade com a escolha consciente. Fico tranquilo porque sei que não vou "esquecer" dos outros afazeres, pois há lembretes sobre eles num lugar confiável (no meu caso, meu palmtop).

Aguardem as dicas.

Clichês que vem a calhar

Eu quero ser do tamanho dos meus sonhos!
Fazendo da queda um passo de dança
Quem acredita sempre alcança

Fazendo As Coisas Acontecerem

A idéia já vinha latente, mais eis que inauguro este weblog, cujo escopo está dito lá em cima, à esquerda direita.

Antes de SE perguntar "o quê que eu tô fazendo aqui?!", verifique se você já passou por alguma das seguintes situações:
  • Tem tanto a fazer, que fica meio perdido sem saber por onde começar.
  • Tem tanto a fazer, mas não sabe o quê exatamente.
  • Estava tão ocupado com outras coisas que esqueçeu de um compromisso ou tarefa importante.
  • Se apartir desse momento, não surgir mais nenhum novo projeto, plano, nem tarefa a cumprir além daqueles que você tem hoje; doze meses seriam insuficientes para concluir tudo o que gostaria, precisa ou tem que fazer.
Identificar-se com os exemplos acima é absolutamente normal nestes tempos de mudanças, novas demandas, novas configurações do mercado de trabalho, avanço da ciência, tecnologia e conhecimento, globalização, recursos insuficientes, excesso de informação... Ufa!

Olha só: assim como 90% das pessoas, por causa dos vários papéis que exerço e atribuições que possuo, eu sempre tenho mais coisas à fazer do que o tempo permite.

A grande contribuição que o Getting Things Done - GTD trouxe para mim foi uma nova postura em relação a como lidar com os afazeres, as urgências e os imprevistos do dia-a-dia.

Mas esclareço que estou loooonge de atingir a perfeição, nem tenho a pretensão de ser exemplo de produtividade e proatividade. Sou humano, e por isso, naturalmente desorganizado, imperfeito e sujeito a erros. Minha busca é por me manter nos trilhos e melhorar continuamente.

Neste espaço, apartir das minhas experiências (e as de quem quiser compartilhar), discutiremos desenvolvimento pessoal e assuntos correlatos.

Para quem está se coçando, pensando e perguntando "que troço de GTD é esse?!" eu peço que aguardem mais esclarecimentos nos próximos posts. Veja e aqui.

Abraços,

Enoch Filho
Agosto de 2005
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...